Hospital de Faro ativado para receber doentes com Covid-19

Laboratório Regional também foi ativado

O Hospital de Faro está «ativado e apto» para passar a receber doentes com Covid-19, acaba de anunciar Graça Freitas, diretora-geral de Saúde.

Numa conferência de imprensa, no Ministério da Saúde, esta responsável adiantou ainda que o Laboratório Regional Laura Ayres, no Parque das Cidades, também já está «apto a fazer testes» para casos suspeitos.

«A partir de agora, iremos internar doentes no Hospital de Faro», disse.

Até agora, as pessoas infetadas, no Algarve, eram transportadas para Lisboa. Foi isso que aconteceu com a mãe (professora) e filha, em Portimão, que são, até agora, os únicos dois casos confirmados, com origem no Sul.

Nesta conferência de imprensa, também foi feito um balanço da situação, a nível nacional. Atualmente há 39 pessoas infetadas com coronavírus, em Portugal, bem como 339 casos suspeitos que ainda esperam resultados.

Quanto aos infetados, António Sales, secretário de Estado da Saúde, disse, nesta conferência de imprensa, que apenas um revela maiores cuidados. Os restantes apresentam uma «situação clínica estável».

Só hoje foram revelados nove casos – um deles é o da professora de Portimão. Desses, sete estão internados no Norte e os restantes em Lisboa.

Para Graça Freitas, até agora há razão para estarmos «tranquilos». Ainda assim, frisou, o «comportamento do vírus pode-se modificar».

«Não quer dizer que amanhã ou dentro de dois ou três dias não possamos estar numa situação semelhante à de Itália. Não sabemos», reforçou.

A diretora-geral de Saúde também deu a novidade de que os testes ao coronavírus vão passar a ser feitos a todos os pacientes que tenham doenças respiratórias graves.

A partir de amanhã, a DGS passará a fazer dois balanços diários, com a divulgação do boletim, de manhã, e uma conferência de imprensa, ao final da tarde.

Os efeitos do coronavírus, de resto, já se fazem sentir no Algarve. Em Portimão, duas escolas estão fechadas (Secundária Manuel Teixeira Gomes e EB 2,3 José Busiel) e todas as instalações desportivas e culturais do Município fecharam até ao final do mês.

No turismo, os impactos, um pouco por toda a região, também são notórios, na quebra de reservas em hotéis. 

Comentários

pub