Nova administração do CHUA será «solução que vai servir bem os utentes»

«Não perderemos um segundo, um minuto, uma hora para estarmos à espera que venha alguém a seguir numa espécie de sebastianismo na resolução dos problemas»

A composição do novo Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) ainda não é conhecida, mas Jamila Madeira, secretária de Estado Adjunta e da Saúde, garantiu esta segunda-feira, 2 de Março, que será uma «solução que vai servir bem os utentes».

O mandato de Ana Paula Gonçalves terminou no final do ano passado. Atualmente, a administração mantém-se em funções, enquanto não há decisão da tutela quanto à recondução ou substituição da equipa.

Neste momento, disse Jamila Madeira, que esteve reunida com a administração do CHUA na manhã de hoje, «todas as decisões são passíveis de ser tomadas»

«Os mandatos têm um início e fim e, neste quadro, cabe à ministra a decisão. Uma coisa é importante dizer: este Conselho de Administração e estes profissionais têm dado todo o seu empenho», considerou, em declarações aos jornalistas.

«Se isso significa continuidade ou não, não é algo que estamos a debater hoje. O nosso empenho é para que os problemas sejam resolvidos», acrescentou.

O Correio da Manhã noticiou, na semana passada, que a decisão já estava tomada, sendo o novo presidente do CA alguém de fora do Algarve.

Confrontada com isto, Jamila Madeira não confirmou, nem desmentiu, dizendo que «oportunamente» será conhecido o novo Conselho de Administração.

Agora, a secretária de Estado Adjunta e da Saúde deixou também uma mensagem forte: «não perderemos um segundo, um minuto, uma hora para estarmos à espera que venha alguém a seguir numa espécie de sebastianismo na resolução dos problemas».

Nesta visita, Jamila Madeira também falou da situação do coronavírus e do Hospital Central do Algarve.

Comentários

pub
pub