Elite do Surf nacional em ação na Praia do Amado

O Allianz Algarve Pro, que se realiza de 6 a 8 de Junho na Praia do Amado, marca o regresso […]

O Allianz Algarve Pro, que se realiza de 6 a 8 de Junho na Praia do Amado, marca o regresso da principal competição do surf português ao concelho de Aljezur após 16 anos de ausência.

Esta 4ª Etapa (penúltima) da Liga Moche 2014 envolve os melhores surfistas portugueses na luta pelo título nacional e troféus paralelos, como o Moche Wildcards, que, no final do circuito, vai atribuir dez convites para o evento de triagem da etapa portuguesa do circuito mundial WCT (World Championship Tour), que será disputada em Outubro, em Peniche.

O regresso do melhor surf nacional a Aljezur foi possível com os apoios locais do Turismo do Algarve e da Câmara Municipal de Aljezur. “Sendo a penúltima etapa (do circuito) poderá assistir-se ao delinear dos títulos nacionais durante o Allianz Algarve Pro”, salienta José Francisco, diretor de Market Management da Allianz Portugal, patrocinador da prova, acrescentando que o Algarve “tem ondas fantásticas, que devem ser divulgadas”.

Durante três dias, a Praia do Amado vai ser a bancada para assistir ao melhor surf português. Os atuais líderes do circuito, Vasco Ribeiro e Teresa Bonvalot, nunca competiram no Algarve, apesar de conhecerem as ondas do Amado devido a estágios feitos na região.

Para os surfistas algarvios esta é uma etapa que lhes dá vantagem: não precisam de viajar e conhecem muito bem as condições de surf na Praia do Amado, onde muitos deles começaram a praticar surf.

“Estou confiante para o Allianz Algarve Pro, que vai ser disputado na praia onde apanhei a primeira onda da minha vida e onde surfo habitualmente”, comenta Marlon Lipke, o melhor surfista algarvio da atualidade.

Marlon já competiu entre a elite dos 34 melhores do Mundo (WCT) e segue em 10º no ranking da Liga Moche 2014. “Não pude competir no Porto (3ª Etapa), por isso quero muito fazer pelo menos uma final no Amado”, disse Marlon, que este ano foi finalista vencido na 1ª Etapa (Costa de Caparica) e no ano passado venceu a última etapa do circuito, em Cascais.

Miguel Mouzinho, segundo melhor surfista algarvio na Liga Moche 2014 (13º no ranking), explica que o Amado “é um beach break (rebentação em fundo de areia) sem grandes segredos”, mas admite partir em vantagem devido ao grande conhecimento que tem daquela onda. “A minha primeira experiência de surf foi no Amado. São muitos anos a surfar lá, o que é uma vantagem”, diz o surfista de Lagos.

Marlon Lipke é presença habitual nas triagens em Peniche. “Mas ainda não as consegui vencer”, diz o surfista algarvio, manifestando o desejo de que as ondas este ano sejam melhores em Peniche para conseguir o ambicionado lugar no Moche Rip Curl Pro Portugal.

Além do Moche Wildcards, que dá convites para fazer uma prova com os melhores surfistas do mundo, o Allianz Algarve Pro tem mais troféus paralelos, que enriquecem a competição na praia, nomeadamente a Malibu Expression Session, que atribui 500 euros à melhor manobra numa espécie de mini-campeonato; e o Ramirez Junior Award, que atribui 500 euros ao melhor surfista sub-16.

Filipe Jerviz é o surfista a ter em atenção no Malibu Expression Session e Luís Perloiro já venceu duas vezes este ano o Ramirez Junior Award.

Vasco Ribeiro venceu duas das três etapas já disputadas na Liga Moche 2014 e pode resolver a questão do título com uma vitória no Amado. O campeão nacional Frederico Morais tem de dar o seu melhor nesta 4ª etapa, para reforçar a sua vitória na etapa inaugural (Costa de Caparica) e não deixar fugir a revalidação do título nacional. José Ferreira, que vendeu cara a derrota na final em Ribeira d’Ilhas (2ª Etapa) é sempre um potencial vencedor. O próprio Marlon Lipke pode complicar as contas do título com uma vitória na Praia do Amado.

As atenções no Amado vão estar também concentradas na armada algarvia, composta por uma dezena de surfistas que participa habitualmente nas provas da Liga Moche. Nomes como Marlon Lipke, Miguel Mouzinho, Luca e Joackim Guichard e o novo reforço estrangeiro do Algarve Surf Clube, Eduardo Fernandes, causam sempre emoção nos campeonatos.

A armada algarvia vai estar reforçada no Amado por Alex Botelho e Leo Belime, a quem o Algarve Surf Clube decidiu atribuir os wildcards da organização para a prova.

Passar pelo Amado no próximo fim-de-semana é garantia de espetáculo na praia. Caso não consiga ir à praia, o campeonato vai ter transmissão em direto no MEO Kanal 202020, pela internet, em www.liga.moche.pt e também na aplicação Surf MOCHE, para telemóveis, além de resumos dedicados na RTP.

Comentários

pub
pub