Almargem lança passeios ao luar na Via Algarviana no dia 1 de julho

A Via Algarviana pode ser percorrida a pé, de bicicleta e até a cavalo, mas o calor de Verão, no […]

A Via Algarviana pode ser percorrida a pé, de bicicleta e até a cavalo, mas o calor de Verão, no Algarve, tende a afastar os visitantes, já que é difícil caminhar durante o dia. Algo que mudará já no próximo mês, com a organização do primeiro passeio noturno na via pedonal e ciclável do interior do Algarve, anunciou esta quarta-feira Anabela Santos, a coordenadora do projeto Via Algarviana II.

O primeiro destes passeios terá lugar a 1 de julho e está já agendado um segundo para 3 de agosto. Em ambos os casos, tentou fazer-se coincidir a caminhada com a Lua Cheia. «Não será mesmo no dia de Lua Cheia, mas dois ou três dias antes», mas é garantido que, se o céu estiver limpo, haverá muita luz natural, revelou.

Anabela Santos lançou esta novidade em primeira-mão no programa radiofónico Impressões, dinamizado em conjunto pelo Sul Informação e pela Rádio Universitária do Algarve RUA FM, que foi ontem para o ar. A entrevista pode voltar a ser ouvida na íntegra no sábado, às 12 horas, em 102.7 FM ou no site da RUA FM.

«No dia 1 de julho, o passeio será, de certa forma, experimental. Faremos a ligação da Estação dos Caminhos de Ferro de Loulé até à ligação de Querença [da Via Algarviana]. Como esta ligação é grande, com 28 quilómetros, iremos fazer 8 quilómetros neste primeiro dia, até ao centro de Loulé. Começamos às 19 horas e a ideia é ver o Pôr-do-sol e acabar a caminhada já com a Lua Cheia. Estão todos convidados», disse Anabela Santos. No dia 3 de agosto, será feito o resto do percurso, numa caminhada que já será de 20 quilómetros e parte de Loulé em direção a Querença.

Além deste novo tipo de passeio organizado, a Via Algarviana terá novos percursos até final do ano, que vão desde rotas temáticas a trajetos audioguiados. Algumas destas novas ofertas estão já a ser testadas, como foi o caso das duas rotas temáticas criadas em Monchique.

A Rota da Geologia e a Rota das Árvores Monumentais já foram testadas e faltam apenas pequenos ajustes para que estejam prontas a ser lançadas. Depois, ter-se-á de estruturar os mapas e guias em papel, que estarão disponíveis para download nos sites da associação Almargem, responsável pelo projeto da Via Algarviana e dos seus parceiros, neste caso as Câmaras Municipais e o Turismo do Algarve.

Além destes dois novos percursos em Monchique, também serão criadas, «até final de Novembro», as Rotas da Água, em Loulé, e do Contrabandista, em Alcoutim.

Outra aposta forte da Almargem foi a de ligar a Via Algarviana ao litoral. Dois destes caminhos são «muito orientados aos praticantes de BTT», que podem agora aproveitar as ligações às estações de comboio de Lagos e Loulé para chegar à Via Algarviana. Também haverá uma ligação entre a Mexilhoeira Grande e Monchique e de Aljezur a Marmelete.

Nesta segunda fase, serão ainda criados oito percursos circulares, que partirão da Via Algarviana, mas com traçados que irão passar em pontos de interesse que não estão inseridos neste território do interior algarvio.

«Queremos aumentar e diversificar a oferta, não só para atrair mais visitantes, mas também para aliciar aqueles que já cá estiveram e fizeram a Via Algarviana a voltar», ilustrou Anabela Santos.

 

Caminhada experimental ao Luar pela Via Algarviana

 

A equipa gestora da Via Algarviana preparou, para domingo, dia 1 de julho, uma caminhada experimental ao luar.

O percurso previsto será pela futura ligação da Estação de Caminhos de Ferro de Loulé até ao centro da cidade, numa extensão de cerca de oito quilómetros. «Teremos o prazer de ver o por do sol e ter a Lua Cheia para nos iluminar o caminho!» garante Anabela Santos, da associação Almargem, coordenadora da equipa da Via Algarviana.

O ponto de encontro está marcado para a sede da Almargem, em Loulé, às 19 horas.

A organização aconselha a levar, nesta que será a primeira caminhada realizada neste percurso, lanterna, água, roupa e calçado confortáveis para caminhar.

O passeio custa 7,5 euros para sócios e 7,5 euros + 5 euros (jóia de inscrição como sócio) para quem ainda não se inscreveu na Almargem (inclui seguro, lanche e transporte). As inscrições devem ser feitas pelos telefones 289 412 959 ou 938 771 316, ou pelo email asantos@almargem.org. Na inscrição deve fornecer nome, ano de nascimento e contacto telefónico.

«Atreva-se a terminar a semana da melhor forma possível, a caminhar. Inscreva-se já e traga amigos consigo!».

 

Comentários

pub