40ª edição da Fatacil foi «a melhor de sempre»

Número de visitantes aumentou 10%

A 40ª edição da Fatacil foi a «melhor de sempre» para Luís Encarnação, presidente da Câmara de Lagoa. O certame teve mais de 195 mil visitantes, batendo o recorde da edição do ano passado.

Segundo a Câmara de Lagoa, o sucesso deve-se à «aposta na diversidade de expositores, gastronomia, artesanato, na juventude e nos artistas de renome do panorama português».

O certame, que foi inaugurado por Capoulas Santos, ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e que também foi visitado por António Costa, primeiro ministro, no dia 23 de Agosto, encerrou no dia 25 de Agosto depois de 10 dias em que «encheu Lagoa de música, cultura, tradição, juventude e muita animação», destaca a autarquia.

Segundo a Câmara Municipal de Lagoa houve «um aumento de aproximadamente 10% no numero de visitantes e receita de bilheteira em relação a 2018».

«A melhoria no estacionamento, a maior fluidez na aquisição de bilhetes, com um tempo médio de espera nunca superior a 8 minutos e um aumento da venda de bilhetes online na ordem dos 15%, facilitaram em muito o acesso ao Parque de Feiras e Exposições de Lagoa», considera o Município de Lagoa.

O recorde de entradas foi batido no sábado, dia 24 de Agosto, com a atuação da fadista Mariza com a Orquestra Clássica do Sul. Só nesse dia, passaram pelo recinto perto de 30 mil visitantes.

«Para a enorme afluência de público, muito contribuíram as novidades, a aposta na melhoria e a dinamização permanente da Fatacil, assinatura de marca das últimas cinco edições», destaca a autarquia.

Os vinhos do Algarve voltaram a estar em destaque, bem como o Espaço Amar a Terra, «onde as mesas se mantiveram sempre cheias, revelando a curiosidade dos visitantes pela gastronomia, pelas tradições e pela cultura algarvia. A animação, garantida pela atuação de ranchos folclóricos de várias zonas do país, e as tertúlias e sessões de show cooking constituíram, outro dos aliciantes para o sucesso daquele espaço».

Também o setor equestre teve «grande afluência de público», «particularmente nos dias de atuação do “cabeça de cartaz”, Paco Martos, uma estreia absoluta em Portugal.

A Câmara de Lagoa destaca ainda o espaço do artesanato, onde os artesãos trabalharam ao vivo, em atividades tradicionais, durante os 10 dias da feira.

«Outro dos sucessos da 40ª edição foi, um cartaz orientado para a juventude, com a criação de uma Fun Zone e uma tenda eletrónica onde os destaques foram os vídeojogos, os simuladores e até conhecidos youtubers, como Tiagovski, Jéssica Pinho, Nuno Moura, Pedro Tim, JaimeDrake ou Shutdown, que estiveram disponíveis para conviver com os mais jovens», acrescenta o município lagoense.

O Ambiente não foi esquecido e houve uma redução do plástico na feira, através da campanha “Mais vale um copo na mão, do que uma dúzia no chão”, onde foram utilizados cerca de 50 mil copos recicláveis. Esta novidade, segundo a Câmara de Lagoa, «levou a que os visitantes ajudassem o ambiente, e levassem consigo cerca de 20 mil copos recicláveis e reutilizáveis».

Por todos estes motivos, Luis Encarnação considera que esta foi «a melhor FATACIL de sempre, uma verdadeira mostra do melhor que o Algarve e o país têm para oferecer».

Após os trabalhos de desmontagem – que deverão estar concluídos durante a primeira semana de Setembro -, o Município de Lagoa começará a preparar a 41.ª edição, que decorrerá entre os dias 21 e 30 de Agosto de 2020.

Comentários

pub
pub