Passageiros esperaram duas horas pelo controlo de passaportes no Aeroporto de Faro

Muitos passageiros perderam o serviço de shuttle e tiveram de ir de táxi para o seu destino

A chegada ao Aeroporto de Faro de centenas de passageiros, esta terça-feira, 25 de Junho, cerca da meia-noite, acabou por tornar-se um pesadelo. A aterragem, quase em simultâneo, de quatro aeronaves vindas do Reino Unido provocou longas filas na zona de controlo de passaportes, onde estavam apenas dois funcionários do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) e o sistema eletrónico de verificação não estava em funcionamento.

Segundo apurou o Sul Informação, o nevoeiro que se abateu, na terça-feira à noite, sobre Faro levou a atrasos nas aterragens, fazendo com que cerca de 700 passageiros, de quatro aeronaves, se dirigissem, ao mesmo tempo, para a zona de controlo.

A situação provocou longas filas, uma vez que apenas dois funcionários do SEF ocupavam as cabines de verificação: um para todos os passaportes e outro para os passaportes da União Europeia. O resultado foi que houve quem tivesse de esperar mais de duas horas para ver o seu documento controlado.

 

 

Alguns passageiros, agastados com a situação, apresentaram queixas formais ao Aeroporto de Faro, sendo que o Sul Informação teve acesso a uma delas.

Além do tempo de espera, famílias com crianças foram obrigadas a recorrer a táxis para chegar ao destino, uma vez que os serviços de shuttle não esperaram pelos passageiros retidos.

O mesmo aconteceu com os passageiros que tinham reservas de automóveis em empresas de rent a car e que, por não terem comparecido em tempo útil, quando chegaram aos locais de levantamento, as agências de aluguer já se encontravam encerradas.

O SEF, contactado pelo Sul Informação, confirmou que houve «um atraso de quatro voos nas chegadas no Aeroporto de Faro».

Apesar de referir que tal aconteceu «por motivos alheios», esta entidade disse que o «controlo dos cerca de 700 passageiros foi efetuado em apenas uma hora, entre as 23h30 e as 00h21».

De acordo com a mesma fonte, o reforço de inspetores do SEF para o período de Verão, no Algarve, já chegou. No total, são mais 15 inspetores que foram transferidos para a região para fazer face ao aumento de turistas.

Já uma fonte da ANA Aeroportos também confirmou a situação mas, até ao momento, a empresa ainda não respondeu às questões colocadas pelo nosso jornal.

 

 

Comentários

pub
pub