Reta final da Semana Cultural Lugares de Globalização promete «espetáculos únicos»

A Semana Cultural Lugares de Globalização, que arrancou na passada sexta-feira, está prestes a terminar, mas, nos seus últimos dois […]

A Semana Cultural Lugares de Globalização, que arrancou na passada sexta-feira, está prestes a terminar, mas, nos seus últimos dois dias, ainda terá várias propostas nos concelhos Vila do Bispo e Lagos. O encerramento, marcado para sábado, terá lugar na Fortaleza de Sagres.

Esta sexta-feira, dia 23 de Março, o Centro Cultural de Vila do Bispo recebe «Diáspora», um espetáculo da Companhia de Dança Amálgama, que estreou em 2012 e esteve em Macau nas comemorações do Dia 10 de Junho de 2014 da Casa de Portugal naquele território.

O espetáculo propõe «uma viagem que remete à Rota de Portugal no Mundo. Uma viagem única entre Portugal e o Oriente, estendendo pontes, abrindo horizontes, inspirando sonhos e encontrando o novo continente, numa visão do futuro».

Este é um espetáculo que se descreve como uma viagem por diferentes culturas, que se inicia em Portugal e que passa por África, Ásia, América e por último pelo Continente Desconhecido, «numa redescoberta da sua origem», realça a associação Vicentina.

Diáspora

Vila do Bispo conta ainda com a intervenção da artista de arte urbana Kruella D’Enfer que deixará, na fachada do Centro de Interpretação, um mural intitulado «Lugares de Globalização».

Esta obra será inaugurada no sábado, dia 24, às 18h15, na sequência da palestra temática, que vai decorrer no Centro de Interpretação, intitulada “Portugal, África e o Mundo – Reflexões em torno da História e Herança Culturais”, que é organizada pelo Município de Vila do Bispo.

Já em Lagos, no sábado, às 16h30, na Praça do Infante, está marcado o espetáculo de rua «O Caminho Marítimo para a Desgraça», alusivo às viagens e expedições marítimas. Esta peça, que promete muitas gargalhadas, fala daqueles que, através do infortúnio, construíram os grandes feitos, porque «como bem se sabe, não pode haver tanta fortuna sem o triste fado de meia dúzia de desgraçados».

O encerramento da primeira edição da Semana Cultural Lugares de Globalização está marcado para sábado, a partir das 20h00, na Fortaleza de Sagres, cuja muralha vai ser “pintada” por um espetáculo de videomapping. Esta iniciativa «promete muita emoção à assistência, pela dimensão da projeção – são 40 metros de muralha, pelo guião, e pelas impactantes imagens a 2D e 3D e sonoridades», diz a organização.

Ainda integrada nesta Semana Cultural, está patente a exposição ROOTS, na Fortaleza de Sagres, até dia 31 de Março, promovida pelo LAC – Laboratório de Actividades Criativas. Já o Município de Lagos mantém, até esta sexta-feira, visitas de interpretação do património.

Informações sobre toda a programação podem ser obtidas clicando aqui e aqui.

A Semana Cultural – Lugares de Globalização resulta de uma parceria constituída pela Vicentina – Associação para o Desenvolvimento do Sudoeste, a Direção Regional de Cultura do Algarve, os municípios de Aljezur, Lagos, Monchique, Silves e Vila do Bispo, a Região de Turismo do Algarve e a Associação LAC – Laboratório de Atividades Criativas.

Comentários

pub
pub