Derrocada de arriba na Praia do Vau não causou prejuízos [com fotos]

Uma parte da arriba entre as praias do Vau e dos Careanos, no litoral de Portimão, caiu esta manhã, pelas […]

Uma parte da arriba entre as praias do Vau e dos Careanos, no litoral de Portimão, caiu esta manhã, pelas 9h00, mas não causou quaisquer danos em estruturas.

Ao que o Sul Informação apurou, a Agência Portuguesa de Ambiente está acompanhar a situação, mas não se prevê que haja intervenção nas rochas caídas, uma vez que a derrocada se deu numa zona que, durante a maré cheia, não tinha praia. Em princípio, será o próprio mar a limpar a zona.

Fonte ligada à Câmara de Portimão adiantou que, devido ao temporal dos últimos dias, «entre as praias de Careanos e dos Três Castelos, o mar comeu cerca de 15 metros de largura da praia e três metros de altura em areia».

Em alguns locais da costa portimonense, as ondas estão agora a afetar os restaurantes de praia, tendo algumas das pequenas barracas de apoio às atividades balneares sido mesmo destruídas pela fúria do mar. Na zona da praia dos Três Castelos, há já máquinas a trabalhar, para tentar repor areia, de modo a proteger os restaurantes.

«Tendo em conta o temporal que se tem sentido, é normal haver estas derrocadas, porque o mar comeu a areia no sopé das arribas, que agora ficam expostas diretamente às ondas, enquanto a chuva empapou essas mesmas arribas», explicou a fonte contactada pelo Sul Informação.

Ontem, a Autoridade Marítima tinha alertado para o perigo de derrocadas nas falésias, em especial na costa algarvia. A AM avisou a população «para que se afaste das arribas e de zonas de costa rochosas afetadas, evitando passeios tanto junto à base, como no topo destes locais, devendo cumprir e respeitar a sinalização e as indicações das autoridades».

A zona afetada por esta queda das arribas foi a mesma que, em Agosto de 2014, tinha já sido intervencionada pela APA, que provocou uma derrocada controlada de emergência.

 

Comentários

pub
pub