Câmara de Faro quer certificar hostels e pode apoiar vinda de “bloggers” à cidade

A Câmara de Faro está a preparar medidas de apoio para os hostels da cidade. A criação de um certificado […]

Casa D'AlagoaA Câmara de Faro está a preparar medidas de apoio para os hostels da cidade. A criação de um certificado de qualidade e o apoio à vinda de bloggers internacionais à cidade são algumas das ideias que a autarquia tem para apoiar um setor em crescimento na capital algarvia, que conta já com dez espaços deste género.

Na reunião mantida entre o presidente da Câmara e o Grupo Informal de Hostels de Faro, os empresários do setor transmitiram as suas preocupações ao autarca, sendo uma delas a legislação vaga que não define bem o que deve ser um hostel e quais os seus parâmetros de qualidade.

Rogério Bacalhau, em declarações ao Sul Informação, adiantou que a Câmara está a preparar uma forma de certificar e diferenciar os hostels de outros tipos de alojamento local.

«Os hostels têm características muito particulares, há toda uma envolvência e ambiente diferentes. Tendo em conta a legislação do Alojamento Local, que é vaga, é preciso haver uma certificação, com a colocação de uma placa à porta que comprova que aquele espaço corresponde a vários parâmetros, que tem as características de um hostel e com qualidade», afirma.

Em relação ao alerta deixado por alguns donos de hostels em Faro em declarações ao Sul Informação, de que a cidade precisa de acompanhar o fenómeno hostel em Faro, criando atividades para ocupar quem pernoita nestes espaços, Rogério Bacalhau diz que há situações em que a Câmara não pode intervir, mas que estão a ser preparadas alguns projetos que podem dar uma ajuda àquelas unidades de alojamento.

«Há muitas atividades que não passam pela Câmara, questões empresariais, que podiam existir e não existem. Na reunião com os hostels, apresentámos algumas ideias que podem surgir em breve como a criação de roteiros, de mapas – porque não existem mapas da cidade -, placas indicativas para os locais onde existem hostels… Neste momento não há nada estruturado nesse sentido e vamos trabalhar para melhorar essas condições, temos conhecimento dessa realidade», garantiu o autarca.

Uma das ideias que pode já avançar no próximo ano é a de trazer a Faro alguns dos mais famosos bloggers de viagens para promover a cidade. A proposta foi feita pelo Grupo Informal de Hostels e foi bem aceite pela autarquia que vai apoiar a iniciativa.

«Esta foi uma das ideias que surgiu na reunião com os hostels, a de trazer pessoas à cidade que podem divulgá-la internacionalmente. Os bloggers de viagens têm um público amplo e característico e capacidade para influenciar outros viajantes a vir a Faro. Em 2015, ou 2016 talvez possamos avançar com isso. Estes bloggers são pessoas que podem publicitar e certificar a cidade como destino», adianta Rogério Bacalhau.

 

Comentários

pub
pub