Portimão também vai ter centro “drive-thru” de rastreio da Covid-19

Entrará em funcionamento esta semana

O segundo centro de rastreio móvel para fazer testes à Covid-19 do Algarve vai ser instalado no Portimão Arena, anunciou Isilda Gomes, presidente da Câmara de Portimão. Esta estrutura funcionará em regime de drive-thru, à semelhança do que já existe no Estádio Algarve.

Numa comunicação à população em vídeo, publicada na página de Facebook da autarquia, a edil portimonense disse que o município «encetou uma operação logística para estabelecer todas as condições para que seja operacionalizado no recinto do Portimão Arena um centro de rastreio móvel, o chamado drive-thru, que – segundo o Algarve Biomedical Centre – estará tecnicamente pronto a operar ainda esta semana, com profissionais devidamente qualificados para o efeito».

Para Isilda Gomes, «a  ampliação desta capacidade de realizar testes é fundamental», daí que a operação tenha sido posta em marcha «em menos de 24 horas».

A presidente da Câmara de Portimão também aproveitou para lembrar que já há 12 casos confirmados da doença no concelho e alertou «para a continuação do aumento de casos ao longo dos próximos dias, quer por via da propagação do Covid-19, quer pela realização de mais testes de confirmação de diagnóstico».

 

 

NOVO CORONAVÍRUS – COVID –19 PORTIMÃO – Isilda Gomes, dirige-se aos portimonenses

Isilda Gomes dirige-se aos portimonenses, fazendo um ponto da situação, anunciando que será instalado um centro de rastreio móvel, Drive Thru, no Portimão Arena e, por fim, lançando um forte apelo para que todos Fiquem em Casa. Veja o vídeo.

Publicado por Portimão em Terça-feira, 24 de março de 2020

 

Esta é a segunda gravação em vídeo que a autarca publica em pouco mais de uma semana. Na primeira, apelou ao espírito de responsabilidade da população, para que cumprissem as recomendações locais e nacionais, no sentido de travar a pandemia.

Nesta nova gravação, Isilda Gomes aproveita para agradecer «a resposta ímpar e espontânea da maioria dos portimonenses, que perceberam o que estava em causa e, mesmo sem caráter de obrigatoriedade, decidiram sacrificar-se em prol do bem comum, desde os cidadãos aos empresários, passando pelos dirigentes de clubes e associações, que demonstraram sentido de responsabilidade e cumpriram as determinações das autoridades, prontificando-se a ajudar os serviços locais de saúde, em vários casos com a disponibilização de meios e equipamentos».

Um comportamento que permitiu que a doença «não se  propagasse descontroladamente nesta comunidade» e que deve ser mantido, apelou.

Por outro lado, Isilda Gomes explicou que os esforços do município «estão a ser dirigidos para garantir respostas no apoio à área social e da saúde».

Há, de resto, várias medidas em curso, «numa articulação com as forças vivas do concelho, mas para as quais todos são chamados a colaborar». Quem quiser voluntariar-se, só tem de entrar em contacto com a autarquia.

«Esta vasta equipa, constituída pelo executivo municipal, autarcas das freguesias, dirigentes, funcionários, agentes da Proteção Civil e demais entidades cooperantes vai continuar a dar o seu melhor para que nada falhe, disponibilizando aos serviços de Saúde todas as condições ao nosso alcance para facilitar a sua exigente e heróica tarefa», concluiu Isilda Gomes.

 

 

Fotos: Câmara de Portimão

Comentários

pub
pub