Há mais 35 munícipes de Faro com acesso a medicamentos gratuitos

Câmara quer alargar programa dos atuais 135 para 250 beneficiários até final de 2022

35 munícipes carenciados de Faro passaram a ter acesso gratuito a medicamentos, no âmbito do programa “Abem: Rede Solidária do Medicamento”, dinamizado pela Câmara Municipal, em parceria com a Associação Dignitude.

A autarquia entregou no dia 5 os cartões do programa a 35 farenses, aumentando para 135 os beneficiários do “Abem”.

«Nas próximas semanas, mais 25 munícipes irão receber o seu cartão, perfazendo 160 beneficiários», anunciou a Câmara de Faro. O objetivo é alargar a abrangência para 250 munícipes «nos próximos três anos».

Até ao momento, os beneficiários do programa já pouparam, em conjunto, «cerca de 11 mil euros».

«Face ao sucesso da implementação do “Programa Abem: Rede Solidária do Medicamento” no concelho de Faro, a Câmara decidiu aumentar o número de munícipes abrangidos por este programa de 100 (2019) para 250 (nos anos de 2020 a 2022), o que implicará um acréscimo de investimento de 10 mil euros (2019) para 25 mil euros (2020 a 2022).

«Este programa resulta de um protocolo entre o município de Faro e a IPSS Dignitude e permite que todos os munícipes de Faro que se encontrem numa situação de carência económica que os impossibilite de adquirir medicamentos comparticipados que tenham sido prescritos por receita médica possam assim obtê-los de forma totalmente gratuita», revelou a autarquia farense.

Com este protocolo, a Câmara de Faro pretende reforçar «o combate às desigualdades sociais junto da população mais vulnerável».

Comentários

pub
pub