PJ apanha homem que matou cabeleireira em Faro

Segundo as autoridades, «foram recolhidos relevantes elementos probatórios»

Um homem de 43 anos, suspeito de ter matado a dona de um cabeleireiro, em Novembro do ano passado, em Faro, foi agora detido, acaba de anunciar a Polícia Judiciária (PJ).

Segundo as autoridades, «foram recolhidos relevantes elementos probatórios que conduziram à cabal identificação do suspeito».

O homem foi detido este sábado, 25 de Janeiro, numa freguesia do concelho de Loulé, para onde fugiu depois do crime, abandonando a casa que tinha em Faro.

A mulher, de 68 anos, foi encontrada morta dentro do estabelecimento comercial que geria, na Rua do Montepio, em plena baixa de Faro.

«A vítima terá sido surpreendida e agredida, sendo-lhe provocado traumatismo craniano, lesão grave que viria a ditar a morte», conta a PJ.

O alerta para este caso foi dado, na altura, por uma vizinha que não via a cabeleireira há vários dias.

O homem, que é desempregado, vai ser hoje presente a tribunal para aplicação das medidas de coação.

Comentários

pub
pub