Novo projeto vai pôr jovens a pensar em políticas para territórios de baixa densidade

A ideia é «fomentar oportunidades inovadoras e sustentáveis para as zonas rurais do Algarve, através da criação de espaços alternativos de diálogo»

O projeto “RURALidades”, que vai pôr cerca de 1000 jovens a refletir e a discutir sobre a sua participação no planeamento e execução de políticas públicas em territórios de baixa densidade, arranca esta sexta-feira, 11 de Outubro, na delegação regional do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), em Faro. 

Este projeto «irá envolver municípios, juntas de freguesia, delegações regionais e jovens ao longo de todo o processo», explica a Cooperativa ECOS.

A ideia é «fomentar oportunidades inovadoras e sustentáveis para as zonas rurais do Algarve, através da criação de espaços alternativos de diálogo, educação e cooperação entre jovens, organizações e decisores».

Desde 2012 que a cooperativa ECOS tem vindo a desenvolver um trabalho em estreita proximidade com os municípios da região que teve a sua origem com o início do projeto “Algarve 2020: uma proposta jovem” e mais tarde com os projetos que o seguiram e que permitiram criar uma rede de 93 parceiros na nossa região, incluindo os 16 municípios do Algarve.

Todo este processo culminou com o lançamento do 1º Plano de Ação Regional de Juventude do Algarve em Março de 2016. Este projeto é coordenado pela Cooperativa ECOS, em parceria com a Cooperativa Contextos e a Associação Liláz e é financiado pelo Programa Erasmus +.Juventude em Ação.

A ECOS apela à «participação dos jovens e da população em geral para a participação neste evento».

Qualquer questão adicional pode ser esclarecida através do telemóvel 966669345 ou do e-mail algarve2020@ecos.pt.

Comentários

pub
pub