Gonçalo e o seu cão Scar arrecadam bronze no campeonato mundial

Algarvio Gonçalo Guerreiro e Scar representaram Portugal no Campeonato Mundial de Pastores Alemães

Foi a primeira vez que Gonçalo e Scar, de Lagos, participaram numa competição internacional, mas isso não os impediu de conquistar o 3º lugar, na vertente de obediência, no Campeonato Mundial de Pastores Alemães, que decorreu em Modena, Itália, entre os dias 2 e 6 de Outubro.

Gonçalo Guerreiro, que só chegou ontem a Portugal – ele e o seu cão de pastor alemão fizeram os cerca de 2400 quilómetros entre Lagos e Modena de carro – revelou ao Sul Informação estar «muito contente» com o resultado obtido.

«Correu muito bem e foi uma participação muito positiva. Acho que o facto de alguém de Portugal, um país tão pequeno e com tão poucos praticantes, chegar e, logo da primeira vez, conquistar uma medalha de bronze é algo muito positivo para o país, para a modalidade e para o Algarve», considerou.

Ao todo, esta competição mundial juntou cerca de 250 participantes. Na obediência éramos 30, divididos pelos diferentes níveis», explicou Gonçalo.

 

 

O jovem treinador de cães de Lagos contou com diversos apoios para fazer a viagem de carro até Itália e para o alojamento, como o Sul Informação deu conta, em Setembro. Parte da verba necessária foi conseguida através do sorteio de um salto de páraquedas que foi oferecido pela empresa SkyDive7.

Também o Hospital Veterinário de Portimão apoiou esta aventura de Gonçalo. E, mesmo não sendo um apoio monetário, «foi muito importante».

«Acima de tudo, seja qual for a modalidade, vem o bem-estar animal. Para mim, o mais importante é que o meu cão esteja saudável. Só depois é que eu vejo se vou ou não a uma competição. Eles ajudaram-me bastante, fizemos sessões de fisioterapia duas vezes por semana para o preparar fisicamente. Foi um grande apoio!», considerou o jovem lacobrigense.

Aliás, uma das primeiras coisas que Gonçalo fez após chegar a Portugal foi levar Scar ao veterinário.

«Para o ano, o campeonato mundial será na Hungria e eu conto estar presente. Terei de fazer uma prova para me qualificar e ver em que nível fico. A minha ambição é ficar no mais elevado, o 3 [este ano, Gonçalo e Scar concorreram no nível 2]», concluiu Gonçalo Guerreiro.

 

Fotos: Gonçalo Guerreiro

Comentários

pub
pub