Portimonense derrotado pelo FC Porto com golo no último lance

Final de jogo foi eletrizante

O Portimonense perdeu 2-3 com o FC Porto, em jogo da 5ª jornada da I Liga de futebol, disputado este domingo, 15 de Setembro. Os algarvios estiveram a perder, empataram em três minutos, mas acabaram por sofrer um golo no último lance do encontro.

Folha estreou Júnior Tavares na esquerda e lançou Lucas Fernandes e Jackson Martinez, antiga estrela do FC Porto, no 11 inicial.

Desde cedo, a equipa de Sérgio Conceição tomou conta das rédeas do jogo. Luis Díaz, aos 13 minutos, deu o primeiro sinal de perigo. À entrada da área tirou Anzai do caminho – com uma bela finta – e rematou ao poste da baliza de Ricardo Ferreira.

Aos 23′, o árbitro marcou penálti a favor do FC Porto. Otávio fez um cruzamento dentro da área, Jadson fez-se ao lance de carrinho, mas a bola bateu na mão do defesa do Portimonense. O lance deixou algumas dúvidas, mas o juiz da partida apontou mesmo para grande penalidade.

 

 

Chamado a converter, Alex Telles mostrou a frieza habitual: bola para um lado, guarda-redes para o outro e estava feito o 0-1.

O FC Porto continuou a dominar o jogo – o Portimonense nunca conseguiu ligar bem o jogo entre setores – e esteve perto de aumentar a vantagem. Danilo, com o peito, mandou ao poste (27′), após cruzamento de Otávio.

O 0-2 havia de chegar, porém, ainda antes do intervalo, em mais uma boa jogada de ataque desenhada pelo FC Porto. Uribe cruzou da direita e Zé Luís apareceu, livre de marcação, ao segundo poste, onde só teve de encostar para o golo (45′).

Na segunda parte, o Portimonense precisava de mostrar mais, mas a verdade é que tal não aconteceu (no início). A equipa de Sérgio Conceição foi dominadora e esteve perto de ampliar para 0-3. Jadson, aos 64′, fez um corte providencial, impedindo o remate de Danilo.

 

 

Só que o futebol tem destas coisas: se, a dada altura, tudo parece perdido, logo a seguir a situação muda radicalmente. E foi isso que aconteceu neste Portimonense-FC Porto.

A equipa de Sérgio Conceição baixou um pouco a intensidade, descansado à sombra da vantagem, e a turma algarvia aproveitou. Aos 74′, Aylton cruzou da direita para Dener que, sem marcação, cabeceou sem hipóteses para Marchesin.

Com o golo, o Portimonense ganhou uma nova alma.

Já com Nakajima em campo – do lado do FC Porto – foi outro japonês a brilhar. Koki Anzai, lateral do Portimonense, recebeu um passe longo e, de pé esquerdo à entrada da área, rematou em arco. Um golaço, apontado aos 77 minutos. Em três minutos, tudo mudou e estava feito o empate.

A equipa de António Folha foi atrás do terceiro golo e ele podia ter chegado, aos 87′. Dener desmarcou Jackson Martinez, mas o internacional colombiano, só com o guarda-redes pela frente, atirou à figura.

Já com Alex Telles expulso, o FC Porto conseguiu chegar ao golo, no último lance da partida. Um canto, batido na esquerda, encontrou Marcano que, sozinho, cabeceou para o fundo das redes. Machadada final no resultado e vitória para o FC Porto.

 

Fotos: Nelson Inácio | Sul Informação

Comentários

pub
pub