Algarve executou 26,35% dos “seus” fundos europeus até 31 de Agosto

CCDR do Algarve divulgou valores da taxa de execução e de compromisso do CRESC Algarve2020

O Programa Operacional CRESC Algarve2020 terminou o mês de Agosto com uma taxa de execução de 26,35%, «em linha com os demais programas operacionais regionais», e com uma taxa de compromisso de 67,37%, anunciou a Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve.

A Comissão Diretiva do programa que enquadra a distribuição de fundos da União Europeia no Algarve divulgou a lista das 886 operações que foram aprovadas até ao dia 31 de Agosto e a relação entre o dinheiro já comprometido e aquele que foi efetivamente aproveitado, até ao momento.

Assim, nesta data, «a taxa global de execução dos fundos da União Europeia no Algarve cifrava-se em 26,35%, em linha com os demais programas operacionais regionais, sendo contabilizados 123,29 milhões de euros de despesa elegível, ao quais correspondem um total de pagamentos do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) de 66 milhões de euros e do Fundo Social Europeu (FSE) de 19,99 milhões de euros».

«A maioria dos nove eixos do CRESC ALGARVE 2020 apresenta taxas de compromisso superiores a 60%, destacando-se os eixos 2 (Apoiar a internacionalização, a competitividade empresarial e o empreendedorismo qualificado) e 4 (Reforçar a competitividade do território) que registam valores de 91 e 97%, respetivamente, sendo que o eixo 2 também é o que apresenta melhor taxa de execução com 41,6%», acrescentou a CCDR.

Todos os projetos que foram aprovados e que serão comparticipados por fundos da União Europeia podem ser consultados no site do CRESC Algarve2020.

Comentários

pub
pub