Mais 9500 utentes de Portimão vão ter médico de família

Cinco médicos contratados entraram em funções este mês

Crédito: Depositphotos

O Centro de Saúde de Portimão foi reforçado, este mês de Julho, com cinco médicos de Medicina Geral e Familiar, que vão permitir alargar a cobertura assistencial dos cuidados de saúde de proximidade a cerca de 9500 utentes, «num dos concelhos do barlavento algarvio com maior dificuldade em conseguir fixar médicos».

Segundo a Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, com a contratação dos cinco clínicos, 85% da população do concelho de Portimão ficará com Médico de Família atribuído.

«O aumento do número de profissionais de saúde e a abertura de duas novas Unidades de Saúde Familiar (USF) no concelho de Portimão foram alguns dos fatores que contribuíram para melhorar significativamente a taxa de cobertura, tendo passado de 58% de utentes com médico de família atribuído, em 2015, para 85% em 2019 com médico de família atribuído», realça a ARS.

Com estes novos profissionais, o Centro de Saúde de Portimão passa a ter um total de 29 médicos de Medicina Geral e Familiar, que abrangem cerca de 59.633 utentes inscritos e que integram a Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Portimão, a USF Portas do Arade, a USF Atlântico Sul e os pólos de saúde de Alvor e de Mexilhoeira Grande.

A ARS Algarve explica que estes profissionais que integram o grupo de 20 novos médicos de Medicina Geral e Familiar, contratados no âmbito do procedimento concursal para o recrutamento de pessoal médico para a categoria de assistente, da área de Medicina Geral e Familiar.

Os clínicos foram recebidos no início do mês de Julho por Paulo Morgado, presidente do Conselho Diretivo da ARS Algarve para a assinatura do contrato de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado com a ARS Algarve.

Comentários

pub
pub