“Reunião de Protesto” mostra a importância da cultura e das artes na História

Espetáculos começam às 21h30

Reflete sobre a importância da cultura e das artes na História, através de uma abordagem multidisciplinar com teatro, música, vídeo, design e artes plásticas. Este é o espetáculo “Reunião de Protesto” que tem sessões marcadas para 20, 21 e 22 de Junho, no LAC – Laboratório de Atividades Criativas, em Lagos, e 28 e 29 do mesmo mês, no Clube de Tavira.

Em ambas as localidades, os espetáculos começam às 21h30.

«Trata-se em boa medida de um manifesto artístico – um trabalho teatral em forma de debate e de exposição criativa tanto dos problemas vividos na Arte e pelos Artistas, bem como da disseminação de conhecimento sobre o lugar da Arte na existência individual e coletiva, em especial nos tempos que vivemos, buscando-se construir um “protesto” inovador, vívido, provocante, que comungue com o público, familiarizando-o com os processos, desafios e responsabilidades da criação artística», conta a organização.

Apoiado pela Direção-Geral das Artes, Câmara Municipal de Lagos, Grupo Coral de Lagos, Conservatório de Música e Artes de Lagos e Antena 2, este espetáculo resulta de uma coprodução entre a Contemporaneus – Associação para a promoção da arte contemporânea (vocacionada para a criação e divulgação da música contemporânea,com sede em Estremoz), e a Rizoma Lab – Associação Cultural (vocacionada para a realização de projetos culturais e científicos numa perspetiva intercultural e transdisciplinar, com sede em Lagos), que operam em territórios com dificuldade em colocar-se no mapa da criação, produção e circulação artística contemporânea.

Os bilhetes custam 6 euros e vão estar à venda nos locais e dias do espectáculo a partir das 20h00.

Comentários

pub
pub