Campanha Literária Luís Guerreiro já angariou 500 livros para enviar para São Tomé e Princípe

Livros podem ser entregues até ao final de Junho

A Campanha Literária Luís Guerreiro – FLIQ 2019, lançada pela Fundação Manuel Viegas Guerreiro no âmbito do 4.º Festival Literário Internacional de Querença, já angariou mais de 500 livros infanto-juvenis, com o objetivo de criar uma Sala de Leitura, em São Tomé e Princípe.

Segundo a Fundação Manuel Viegas Guerreiro, a iniciativa já «mobilizou centenas de jovens e adultos e – nesta que é a última semana da iniciativa – apelamos à doação de livros de literatura infanto-juvenil».

Se ainda não doou um livro da sua biblioteca particular, ‘ainda vai a tempo, porque a Campanha Literária só termina no final deste mês», realça a Fundação.

A entrega de livros pode ser feita na Fundação Manuel Viegas Guerreiro, Querença, ou nas bibliotecas escolares e municipais dos concelhos

Comentários

pub
pub