Terras sem Sombra traz tradição lírica das Filipinas a Cuba

Terras sem Sombra volta a Cuba depois de uma ausência de 15 anos

Manila Adap

A música filipina vai estar em destaque em mais um fim de semana Terras sem Sombra, que decorrerá no concelho de Cuba, no sábado e no domingo, dias 4 e 5 de Maio.

Como sempre, o programa tem três momentos, sendo o ponto alto o concerto que acontece sempre ao sábado à noite, às 21h30, e que, neste caso, terá lugar no Centro Cultural de Cuba, concelho onde o Terras sem Sombra regressa, após 15 anos de ausência.

O festival que leva música e cultura – e não só – a vários pontos do Alentejo, e que este ano tem como tema as relações entre as viagens e a música, associou-se às comemorações do quinto centenário da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães e Juan Sebastián Elcano e vai dar destaque à tradição lírica do país onde o navegador português morreu – as Filipinas.

Desta forma, o próximo concerto do Terras sem Sombra será dedicado à música filipina, «muito escassamente conhecida na Europa, com a presença de uma das grandes vozes desse país, a soprano Manila Adap, acompanhada pelo notável pianista espanhol Alberto Urroz», segundo os organizadores do evento.

 

Alberto Urroz

 

“Coração Viajante: Canções de Amor e de Embalar no Oriente e no Ocidente” é o título de um espetáculo, inédito entre nós, «que dá a conhecer a tradição do canto lírico nas Filipinas durante os séculos XIX e XX, colocando-a em paralelo com a música europeia e norte-americana».

Manila Adap venceu o Concurso Internacional de Canto em 2002 «e tem vindo a triunfar, desde então, no mundo da ópera, onde se distinguiu como uma das discípulas preferidas de Montserral Caballé. É também muito conhecida por uma composição de sua autoria, Unidos pela Diversidade, o hino da campanha contra o racismo no futebol, estreado no Estádio Olímpico de Montjuïc (Barcelona), em 2004. Trata-se, hoje, de um clássico».

Alberto Urroz «é um dos mais brilhantes e polifacéticos músicos espanhóis da sua geração, autor de uma vasta discografia – e de uma carreira internacional de primeira ordem. Actua regularmente com artistas e agrupamentos de renome, como o compositor Jeffrey Ching ou a companhia nova-iorquina Dance Theatre of Harlem».

 

José Valentim Fialho de Almeida

 

Também no sábado, mas às 15h00, decorre a iniciativa “No País de Fialho de Almeida: Lugares e Memórias do Autor d’Os Gatos”, dedicada à vida e à obra de Fialho de Almeida, escritor português da transição do fim da Monarquia para a República. A visita decorrerá sob a orientação de Francisca Bicho e José António Falcão.

No domingo, com início às 9h30, a iniciativa de salvaguarda da biodiversidade terá como alvo a compreensão do território do concelho de Cuba como um excecional terroir da vinicultura, no coração do Alentejo.

Os guias da atividade “Tesouros da Terra: Geologia e Castas Tradicionais em Cuba” serão o geólogo João Xavier Matos, os agrónomos Antero Martins e Elsa Gonçalves, ambos peritos em genética da vinha, e o técnico de viticultura José Miguel de Almeida.

Estas iniciativas são levadas a cabo em parceria com a Câmara Municipal de Cuba, a Associação Cultural Fialho de Almeida, o Laboratório Nacional de Energia e Geologia, a Porvide, o Instituto Superior de Agronomia de Lisboa e a Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito.

Todas as atividades do Festival Terras sem Sombra são de acesso livre.

 

PROGRAMA

CUBA

4 de Maio
15h00 – No País de Fialho de Almeida: Lugares e Memórias do Autor d’Os Gatos
21h30 – Igreja Matriz de São Vicente
Coração Viandante: Canções de Amor e de Embalar no Oriente e no Ocidente
Soprano Manila Adap
Piano Alberto Urroz

5 de Maio
09h30 – Tesouros da Terra: Geologia e Castas Tradicionais em Cuba
Ponto de encontro: Igreja matriz de São Vicente, Largo 5 de Outubro, Cuba

 

FERREIRA DO ALENTEJO

11 de Maio
15h00 – Património do Tempo: A Villa do Monte da Chaminé e a Romanização no Baixo Alentejo
Ponto de encontro: Jardim Municipal, R. Zeca Afonso, Ferreira do Alentejo
21h30 – Villa Romana do Monte da Chaminé
A Música como Passaporte: Um Roteiro Magiar
Guitarra e direção musical Ferenc Snétberger
Soprano Orsoly Janszo
Violino László Horvath
Clarinete Elemér Fehér, Béla Lakatos
Clarinete baixo, tárogató Norbert Sandor
Piano Benjamin Urban

12 de Maio
09h30 – Vizinhos Discretos: Insectos e Sustentabilidade nos Campos de Ferreira
Ponto de encontro: Igreja de Nossa Senhora da Conceição, Rua Mariano Feio, Ferreira do Alentejo

 

ODEMIRA

25 de Maio
15h00 – A Montanha Mágica: História e Histórias de São Martinho das Amoreiras
Ponto de encontro: Igreja paroquial de São Martinho das Amoreiras, Largo da Igreja, São Martinho das Amoreiras
21h30 – SÃO MARTINHO DAS AMOREIRAS – Igreja Paroquial de São Martinho
Noutras Margens: Obras Americanas e Europeias para Flauta
Quartetazzo
Flauta Emilse Barlatay, Trinidad Jiménez, Leticia Malvares, Carmen Vela
Percussão Epi Pacheco

26 de Maio
09h30 – Mãe-d’Água: Expedição à Serra da Vigia
Ponto de encontro: Igreja paroquial de São Martinho das Amoreiras, Largo da Igreja, São Martinho das Amoreiras

 

BARRANCOS

8 de Junho
18h30 – Cineteatro Municipal
Convite à Viagem: Geografias, Memórias e Tempos do Canto Lírico
Contralto Ellen Rabiner
Piano Nuno Margarido Lopes
21h30 – Ler o Céu e as suas Tradições: Da Astrologia à Astrofísica
Ponto de encontro: Cineteatro, Baldio, Barrancos

9 de Junho
09h30 – Todos por Um: Prevenção e Combate do Fogo na Raia
Ponto de encontro: Jardim do Miradouro, Rua 1.º de Dezembro, Barrancos

 

SANTIAGO DO CACÉM

22 de Junho
15h00 – Corte na Aldeia: O Palácio da Carreira
Ponto de encontro: Palácio da Carreira, Largo do Capitão-Mor J. J. Salema de Andrade, Santiago do Cacém
21h30 – Igreja Matriz de Santiago Maior
Onde Está a Minha Casa? Tradição e Vanguardas na Música Checa (Séculos XIX-XX)
Československé Komorní Duo
Violino Pavel Burdych
Piano Zuzana Beresova

23 de Junho
09h30 – Mansa Corrente: O Curso Médio do Rio Sado
Ponto de encontro: Junta de Freguesia de Ermidas-Sado, Rua 25 Abril, n.º 2, Ermidas do Sado, Santiago do Cacém

 

SINES

6 de Julho
15h00 – Dentro do Olho do Cíclope: O Farol do Cabo de Sines
Ponto de encontro: Farol de Sines, Cabo de Sines
21h30 – Castelo de Sines
Longe, mas Perto: Identidades Musicais Contemporâneas nos EUA
Kronos Quartet
Violino David Harrington, John Sherba
Viola da gamba Hank Dutt
Violoncelo Sunny Yang

7 de Julho
09h30 – Nereu e Proteu: Vigiar e Cultivar o Mar
Ponto de encontro: Paços do Concelho, Rua Ramos da Costa, Sines

 

19 de Outubro [18h30]
Campo Maior Centro Cultural
Entrega do Prémio Internacional Terras sem Sombra

 

 

Comentários

pub
pub