Aluna da Escola Pinheiro e Rosa morre em acidente na Hungria

Vítimas estavam na Hungria ao abrigo do programa Erasmus +

Uma aluna do 10º ano da Escola Pinheiro e Rosa, de Faro, morreu esta sexta-feira de madrugada num acidente de viação na Hungria, onde se encontrava com outros colegas num intercâmbio, ao abrigo do programa Erasmus+. Outro aluno algarvio ficou ferido e «foi hospitalizado», revelou ao Sul Informação Francisco Soares, diretor do agrupamento de escolas farense.

Segundo a Câmara de Faro, que já expressou publicamente o seu pesar, a aluna que faleceu chama-se Laura Angélica Bragança.

Os outros quatro alunos da Pinheiro e Rosa que participaram nesta experiência de intercâmbio «estão todos bem». Os estudantes envolvidos são todos de 10º ano, ou seja, «têm 14 ou 15 anos».

O autocarro que levava os seis alunos da Pinheiro e Rosa e outros participantes deste encontro Erasmus+ embateu num camião, no caminho para o aeroporto de Budapeste.

O responsável máximo pelo agrupamento Pinheiro e Rosa está neste momento na Polónia, onde teve de fazer uma escala na deslocação que fez para a Hungria. «Estou neste momento a tentar tratar dos trâmites necessários. Se conseguir desbloquear tudo daqui, já não viajo para a Hungria e volto logo para Portugal», explicou.

Sem esconder a sua consternação – «eu próprio ainda estou muito abalado, não consigo dizer-lhe muita coisa» – Francisco Soares revelou que já foi acionado o apoio psicológico para a família das vítimas.

«É essa a nossa prioridade. Mais tarde, também o estenderemos aos alunos e aos professores», disse o diretor da Pinheiro e Rosa.

(Atualizado às 11h45 com o nome da vítima mortal)

Comentários

pub
pub