A Liberdade está no Museu de Portimão com João Abel Manta

A exposição estará patente até ao dia 12 de Maio

A exposição “25 de Abril – Desenhos de João Abel Manta”, da Coleção do Museu de Lisboa, cedida pela Câmara Municipal de Lisboa –EGEAC, abre no dia 26, às 18h00, no Museu de Portimão, no âmbito das comemorações dos 45 anos da Revolução dos Cravos.

Há 45 anos, graças à iniciativa do MFA – Movimento das Forças Armadas, conhecida como a Revolução dos Cravos, o dia 25 de Abril de 1974 ficou historicamente marcado em Portugal, pelo fim da candidatura, da censura, das prisões políticas e da guerra colonial, devolvendo aos portugueses a democracia, a liberdade e a esperança de maior justiça económica e social.

O cartoonista João Abel Manta, através dos seus cartazes e desenhos, revelou, «de forma gráfica e criativa, a sua mordaz e crítica visão desse período e do seu contexto político e cultural, sendo igualmente a sua intervenção, uma celebração à liberdade de expressão, entretanto conquistada», salienta o Museu de Portimão.

A mostra apresenta reproduções a partir de originais da parte da obra gráfica do pintor João Abel Manta alusiva a este período e que integram o acervo do Museu de Lisboa.

Mostraram-se algumas etapas distintas deste período – do pré 25 de Abril de 1974 até aos nossos dias, na visão humorística e crítica do João Abel Manta.

A exposição estará patente até ao dia 12 de Maio.

João Abel Manta nasceu em 1928, em Lisboa. Formado em Arquitetura pela Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, em 1951, dedicou grande parte da carreira à vertente de artista plástico, ao elaborar vários trabalhos nas áreas de pintura, cerâmica, tapeçaria, mosaico, ilustração, artes gráficas e cartoon.

 

 

 

 

 

Comentários

pub
pub