PSD: Assoreamento da Barra da Fuzeta «coloca em risco a vida dos pescadores»

Cristóvão Norte irá questionar a ministra do Mar sobre quais as dragagens previstas

O PSD Algarve está preocupado com o assoreamento da Barra e Porto de Pesca da Fuzeta, que «continua a causar problemas de segurança na navegação do canal e na passagem da barragem da barra, colocando em risco a vida dos pescadores e a própria atividade da pesca». A Comissão Política Distrital do partido reuniu-se, no passado sábado, 16 de Março, na Fuzeta, e aprovou uma moção que denuncia a gravidade da situação.

No seguimento desta moção, os sociais-democratas vão «instar o presidente da Câmara de Olhão e o Executivo PS a usar todos os meios ao seu alcance, para reclamar junto do Ministério do Mar e do Ministério do Ambiente, o desassoreamento da Barra e do Porto de Pesca», sendo que, defende o PSD, os pescadores devem ser ouvidos previamente.

Além disso, a Comissão Política Distrital adianta que vai «mandatar o nosso deputado Cristóvão Norte, para questionar a ministra do Mar, o ministro do Ambiente o secretário de Estado das Pescas, sobre quais as ações de dragagem e desassoreamento que estão previstas» e qual «a avaliação técnica sobre a localização preferencial e estratégia para fixação da barra, que foi adotada».

O PSD considera «inadmissível que uma vila piscatória como a Fuzeta, com tradições ancestrais no mar, não tenha uma barra digna, de uma terra costeira para o mar, que desde os tempos dos antigos bacalhoeiros, tem gerado dos melhores e mais destemidos pescadores do Algarve e do país».

Os sociais-democratas lembram que, em Novembro de 2010, «apesar das vozes críticas da comunidade piscatória, e de especialistas nas movimentações das areias, o Governo realizou obras de recuperação do cordão dunar, para a abertura da nova barra, onde se situa atualmente, numa zona de elevada suscetibilidade ao assoreamento e galgamento oceânico».

Comentários

pub
pub