O Instameet Arte Pública desce até ao Algarve no próximo fim de semana

4 instagramers são convidados a descobrir – e partilhar – as 20 obras realizadas no âmbito do programa Arte Pública no Barlavento e Sotavento

Arte Pública nas ruas de Barão de São João

O terceiro Instameet dedicado ao projeto “Arte Pública” vai acontecer no Algarve entre 15 e 17 de Março, e irá desdobrar-se em dois Instameets, um no Barlavento e outro no Sotavento, numa organização do Gerador, uma plataforma de ação e comunicação para a cultura portuguesa.

Durante este fim-de-semana, 4 instagramers são convidados a descobrir as 20 obras realizadas no âmbito do programa Arte Pública no Barlavento, em Vila do Bispo, Barão de São João, Mexilhoeira Grande/Figueira, São Bartolomeu de Messines, e no Sotavento, em Alte e Alportel. Os instagramers são a @ana_gil_, o @_diogooliveira_, a @lopesrute e o @o_pinheirojose. Aos quatro convidados, juntam-se, ainda, os instagramers, vencedores de um passatempo que decorreu no Instagram entre os dias 25 de Fevereiro e 8 de Março.

Xana, Jorge Pereira, Mariana a Miserável, Padure, Susana Gaudêncio e Tiago Batista e Menau são os artistas autores das obras.

 

Xana

Esta iniciativa do Gerador visa, em colaboração direta com a Fundação EDP, realizar 11 instameets, ao longo do ano de 2019, para dinamizar o roteiro do Programa Arte Pública Fundação EDP, levando um conjunto de fotógrafos e instagramers a todos os locais onde o projeto está presente e convidando-os a explorar tanto a cultura local, como as obras que aconteceram no projeto.

Alfândega da Fé, Miranda do Douro, Mogadouro e Torre de Moncorvo (Janeiro), Campo Maior (Fevereiro), Sotavento e Barlavento Algarvio (Março), Rio Maior (Abril), Vila Nova da Barquinha (Maio), Braga (Setembro) e Fundão (Outubro) são os locais anfitriões das “maratonas” fotográficas que contarão com um total de 44 instagramers portugueses.

No fim de semana prolongado no Algarve, além do roteiro para conhecer as obras concebidas, também está preparado um conjunto de experiências que darão a conhecer a cultura local.

O programa deste Instameet é complementado por um conjunto de atividades, como a visita ao LAC – Laboratório de Actividades Criativas, entidade parceira do Programa Arte Pública no Algarve, no edifício que outrora foi a prisão de Lagos, por um atelier de latoaria com um artesão do Projeto TASA e uma conversa em torno do Grupo Folclórico de Alte, de enorme importância na região, com o apoio das autarquias locais.

Lagos e Barão de S. João já anunciaram o programa. Assim, os instagramers chegarão a Lagos no dia 16, onde terão oportunidade de conhecer a animação noturna que a cidade oferece.

No domingo de manhã, irão visitar as obras de arte urbana existentes em Barão de São João, assim como conhecer o local, a paisagem, a cultura, as pessoas, a comunidade e a arquitetura.

À tarde, nesse mesmo dia, participarão numa iniciativa com a população local. O Município de Lagos associa-se à iniciativa apoiando logisticamente o acolhimento da comitiva.

 

Mariana, a Miserável

O LAC – Laboratório de Atividades Criativas, associação cultural sediada na antiga cadeia de Lagos, agilizou toda a produção do projeto Arte Pública Fundação EDP no Algarve. Os dois núcleos que foram alvo esta iniciativa – a barlavento e a sotavento – receberam o nome de “Watt? – Um Projeto Artístico para a Comunidade“.

No projeto Arte Pública, os artistas convidados trabalham em conjunto com as comunidades de cada território para decidirem as intervenções artísticas a realizar em espaços como fachadas de edifícios, muros, postos de transformação da EDP Distribuição, entre outros.

Segundo a organização, “a ideia é celebrar o projeto Arte Pública, no qual já participaram mais de 35 artistas de várias dimensões das artes visuais para intervencionarem espaços em territórios de baixa densidade populacional, tipicamente no interior e com reduzido acesso à arte”.

 

Fotos: Elisabete Rodrigues | Sul Informação

 

 

 

Comentários

pub
pub