Dinamismo vale Prémio de Melhor Programação Cultural Autárquica a Faro

Prémio foi atribuído a Faro devido «ao crescimento notável na qualidade e quantidade de oferta cultural» do concelho, segundo a SPA

A Câmara de Faro recebeu esta quinta-feira o “Prémio de Melhor Programação Cultural Autárquica”, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), durante a gala “Prémio Autores”, que decorreu no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

A atribuição deste galardão a Faro, explicou Tó-Zé Brito, vice-presidente da SPA, deveu-se «ao crescimento notável na qualidade e quantidade de oferta cultural, levando ao Algarve um dinamismo que deixou de ser sazonal e que tem recebido da população uma adesão muito importante».

Rogério Bacalhau, presidente da Câmara de Faro, recebeu o galardão em mãos e fez questão de frisar que o prémio «reconhece, acima de tudo, o empenho dos agentes culturais que trabalham com dedicação em toda a região do Algarve e dos técnicos do município, capazes de fazerem muito com pouco».

Por outro lado, «mostra que existe um Algarve além do sol e do mar que quer estar ao nível do melhor que se faz em Portugal e na Europa».

O edil farense disse, ainda, que o prémio também serve de incentivo «para os desafios do futuro», que passam por «continuar a apostar na cultura como um fator de desenvolvimento das sociedades e que nos motiva a apresentar a candidatura a Capital Europeia da Cultura em 2027».

A Câmara de Faro lembra os «diversos eventos que têm vindo a afirmar a cidade», nomeadamente «o Alameda Beer Fest e o Baixa Street Fest. Na música destacam-se o Festival de Guitarras de Faro, “Os Dias do Jazz” e a 5a edição do último grande festival de Verão: o Festival F».

«Na área do Património, o mosaico romano do Deus Oceano foi classificado Tesouro Nacional, foram terminados os restauros da estátua D. Afonso III, do portal renascentista do antigo Convento de Nossa Senhora da Assunção e a Ermida de Santo António do Alto. Faro recebeu ainda a Exposição do Surrealismo, com a Fundação Millennium BCP, e a exposição de azulejaria da coleção Ramalho Ortigão, entre muitas outras iniciativas na área das artes plásticas, com destaque para as parcerias com Serralves e com o Museu de Belas Artes de Sevilha», acrescentou a autarquia.

 

Comentários

pub
pub