Faro distinguido com “Prémio de Melhor Programação Cultural Autárquica” da SPA

A SPA vai atribuir prémios nas categorias criativas de televisão, dança, rádio, artes visuais, literatura, teatro, cinema e música e, ainda, um “Prémio Vida e Obra”

Festival F em 2018 – Foto: Elisabete Rodrigues | Sul Informação

O Município de Faro vai receber o “Prémio de Melhor Programação Cultural Autárquica”, atribuído na gala “Prémio Autores”, da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), no dia 27 de Março, a realizar no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

A gala televisiva anual da SPA vai contar com a presença do presidente da Câmara Rogério Bacalhau e será transmitida, em direto, pela RTP 2, a partir das 22 horas.

Este prémio, anualmente entregue pela SPA, é atribuído «no seguimento da grande aposta em eventos culturais marcados pela qualidade e diversidade, envolvendo a comunidade e as diversas coletividades e associações do concelho, sendo por isso, também, um sinal ainda mais mobilizador para a aposta de Faro no seu desígnio de ser a Capital Europeia da Cultura 2027», salienta a autarquia em nota de imprensa.

O ano de 2018 foi «repleto de iniciativas e de boas notícias no que diz respeito à cultura, como por exemplo: a atribuição da classificação de “tesouro nacional” ao mosaico romano do Deus Oceano, a consolidação do Festival F como evento de excelência, o crescimento do Alameda Beer Fest, do Baixa Street Fest, da Exposição do Surrealismo com a Fundação Millennium BCP, a exposição da coleção de azulejaria Ramalho Ortigão, o restauro da estátua D. Afonso III e do portal renascentista do antigo Convento de Nossa Senhora da Assunção, ou a recuperação da Ermida de Santo António do Alto entre muitas outras realizações», acrescenta a Câmara de Faro.

O “Prémio Autores” foi atribuído pela primeira vez, em 2010, pela Sociedade Portuguesa de Autores. A SPA já distinguiu várias Câmaras Municipais do país, como Lisboa, Porto, Évora, Coimbra, Penafiel e Guimarães.

Além da distinção a Faro, com o Prémio de Melhor Programação Cultural Autárquica, a SPA vai atribuir prémios nas categorias criativas de televisão, dança, rádio, artes visuais, literatura, teatro, cinema e música e, ainda, um “Prémio Vida e Obra”.

Neste âmbito, há pelo menos um algarvio nomeado, o fotógrafo João Mariano, com a sua exposição “Trezentos e Sessenta e Seis”, que esteve patente no Centro Cultural de Lagos.

A cerimónia vai também celebrar as vidas e carreiras de várias personalidades como Sophia de Mello Breyner Andresen, Jorge de Sena, José Carlos Ary dos Santos e, ainda, a banda Xutos & Pontapés a celebrar 40 anos de atividade.

Comentários

pub
pub