Baixa Street Fest está de volta a Faro e começa com “Euphoria”

O Baixa Street Fest começa já esta sexta-feira, 13 de Julho, e até, 24 de Agosto, está de volta a […]

O Baixa Street Fest começa já esta sexta-feira, 13 de Julho, e até, 24 de Agosto, está de volta a Faro, sempre às sextas-feiras, para promover a cultura, as artes e o comércio local. 

Associações de comerciantes e empresários cooperaram com a Câmara de Faro para colocar, novamente de pé, o programa de animação noturna da baixa farense

Tal como nos anos anteriores, a iniciativa decorre entre as 21h00 e as 24h00 com um programa itinerante que inclui vários tipos de atuações desde arruadas, concertos, teatro, novo circo a espetáculos de luz e som. O envolvimento do comércio é um dos traços distintivos do evento, com os estabelecimentos aderentes a proporcionarem descontos e horário de funcionamento alargado até às 24h00.

Para Rogério Bacalhau, presidente da Câmara de Faro, «a intenção é reforçar o estímulo ao comércio local, com um programa de animação ainda mais dinâmico, itinerante e com os melhores street performers nacionais e, este ano, internacionais. No fundo estamos a dar sequência ao trabalho que temos efetuado até aqui e que pensamos que tem ajudado a atrair um número cada vez maior de visitantes e turistas».

«Por outro lado, o Baixa Street Fest contempla também uma dimensão de redescoberta pelos farenses da sua Baixa e das singularidades mais tradicionais da nossa cidade. Isso é bom para a valorização do território e para fazer crescer o sentimento de pertença e orgulho de quem cá vive», acrescenta.

Estas serão «noites de muita animação e onde se espera o regresso das multidões que todos os anos têm feito reviver o espírito antigo desta tão prestigiada baixa histórica algarvia», diz, por sua vez, a Câmara de Faro.

Na primeira noite de Baixa Street Fest, o espetáculo “Euphoria 1” invadirá o Jardim Manuel Bivar e envolverá o público numa experiência diretamente ligado ao mar e ao Algarve.

Este espetáculo, uma criação de Mauro Amaral com cenografia de Ricardo Viegas, Maria Bagarrão e Bruno Palmeira, tem início marcado por volta das 21h00 e faz parte de um projeto de maior dimensão intitulado “Aquatropia” que será apresentado a 7 de Setembro, em Faro, nas celebrações do Dia da Cidade.

“Euphoria 1” é uma «iniciativa arrojada e uma experiência inspiradora, que promove a arte nas suas mais diferentes formas, juntando música ao vivo, teatro, cenografia e caracterização num só espetáculo», diz a organização.

«Esta tem como elemento principal a água, o elemento que, mais do que qualquer outro, define grande parte do ser português. Banhando o Algarve, a água representa a grande diversidade biológica, geológica e cultural da região. O mar determinou toda uma cultura, toda uma história na região e essa é a história que Euphoria 1 nos vem retratar».

Para a realização deste espetáculo pluridisciplinar uniu-se uma equipa de mais de 30 artistas locais incluindo atores do grupo te-Atrito e animadores do grupo Maxim´Us. A performance, que vive muito da música, conta ainda com a participação de músicos como Ricardo Coelho, João Melro, Paulo Franco, Ivo Martins, Luís Lourenço, Cátia Alhandra e Nelson Conceição que juntos criarão um ambiente contagiante em que envolverá o público e os artistas.

“Euphoria 1” e “Aquatropia” são dois eventos produzidos pela Estrafega Produções que, segundo Nuno Filhó, diretor executivo, aposta no ano zero desta iniciativa com o desejo de se afirmar como um espetáculo de realização anual que celebrará a comunhão entre a cidade de Faro, o Algarve e a Ria Formosa.

Além disso, esta produção pretende servir de alicerce para, ao longo dos próximos tempos, explorar outras vertentes como por exemplo residências criativas, formações artísticas e atividades inclusivas.

Adicione este evento ao seu calendário

Comentários

pub
pub