São Brás de Alportel vai dar mais dinheiro às associações em 2019

Câmara vai investir cerca de 360 mil euros no apoio direto às associações do concelho

Foto: Fabiana Saboya|Sul Informação

A Câmara de São Brás de Alportel vai reforçar o apoio às associações do concelho, em 2019. A autarquia vai aumentar o investimento global em 6%, para os 360 mil euros e já assinou 19 contratos programa com coletividades locais.

Os contratos entre as autarquia e as associações foram assinado numa cerimónia que decorreu esta quarta-feira, no Salão Nobre da Câmara Municipal, com «um conjunto de associações locais, que dada a sua atividade regular relevante, em matéria de formação desportiva cultural e ou de apoio à comunidade, merecem um apoio regular».

As coletividades apoiadas são: a Associação de Agricultores de São Brás de Alportel; a Associação Cultural Sambrasense; a Associação Cultural e Recreativa Escola de Música Sambrasense – ACREMS; a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de São Brás de Alportel; o Bike Clube de São Brás; a Associação para o Desenvolvimento dos Desportos de Duas Rodas em São Brás de Alportel (BLASIUS); a Casa do Benfica de São Brás de Alportel; o Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de São Brás de Alportel;o Clube de Ténis e Padel de São Brás de Alportel; o Clube de Artes Marciais de São Brás de Alportel; o Clube de Caça e Pesca; o Grupo Desportivo e Cultural de Machados; a Associação de Defesa e Proteção dos Animais Abandonados “Coração100Dono”; o Rancho Típico Sambrasense; a Santa Casa da Misericórdia – Museu do Traje; a Sociedade Recreativa 1º Janeiro e a União Desportiva e Recreativa Sambrasense.

Além dos apoios diretos de 360 mil euros, «o município disponibiliza também, ao longo do ano, um conjunto de apoios logísticos, nomeadamente na área dos transportes, equipamentos culturais e desportivos, divulgação, entre outros».

Na globalidade, os apoios ao movimento associativo do concelho «deverão alcançar um valor de cerca de 700 mil euros», em 2019.

«Com este investimento ao associativismo, o Município pretende fomentar o alargamento da oferta de atividades ao dispor da população, incrementar a formação cultural, desportiva e promover a integração sociocultural da população», explicou a Câmara de São Brás de Alportel.

Após a cerimónia de assinatura dos contratos-programa, o executivo municipal são-brasense esteve reunido com todas as associações locais e todas as associações regionais e nacionais sediadas no concelho, que são, no total, perto de cinco dezenas.

O objetivo deste encontro foi «coordenar o calendário anual de atividades a decorrer do município e dar a conhecer aquelas que são as linhas mestras da estratégia cultural do município para 2019 e as principais regras e condições para o apoio às associações».

«A proximidade e diálogo entre as associações e a autarquia são fundamentais para otimizar recursos, promover e consolidar públicos nas mais diversas atividades e dinâmicas», defende Vítor Guerreiro, presidente da Câmara de São Brás de Alportel.

Comentários

pub
pub