Loulé convida namorados para um jantar romântico no palco do Cine-Teatro

Reservas estão abertas, mas são limitadas

Jantar no palco do Cine-Teatro Louletano, ao som de canto lírico e piano, com interpretações do barítono Rui Baeta e do pianista Marco Cerejo. Esta é uma «proposta inédita» da qual pode usufruir no próximo dia 14 de Fevereiro, às 20h00, para comemorar o Dia dos Namorados. 

Vai ser com a serenata da ópera D. Giovanni, o maior sedutor da história da Ópera e da Literatura ocidental, que Rui Baeta inicia este recital, denominado “Love, C’est L’Amour. Segundo o intérprete, «no dia de São Valentim não há desencontros nem desgostos amorosos».

«O repertório escolhido inclui músicas de Mozart, Schubert, Bernstein, Glenn Miller, Cole Porter e Elton John. Canções que revelam paixões platónicas ou escondem atrações ardentes mas que inspiram todos a amar», diz a Câmara de Loulé.

Rui Baeta é natural de Faro e é nessa cidade que começa os seus estudos musicais no Conservatório Regional do Algarve e posteriormente no Conservatório Nacional de Lisboa, na Escola Superior de Música de Lisboa, na Mozarteum Internationale Sommerakademie e na Académie Francis Poulenc.

Foi semi-finalista do Festival e Concurso Internacional de Canto do Canal Mezzo (2008) e 1º Prémio no Concurso RDP Jovens Músicos (1999) ‘classe de Música de Câmara / Nível Superior’ com o pianista Paulo Pacheco.

Apresentou-se em concertos e recitais nos Estados Unidos da América, França, Suíça, Espanha, Malta e Cabo-Verde, e desenvolve a sua atividade artística em Portugal em salas como o Grande Auditório Gulbenkian, o Centro Cultural de Belém, o Europarque, o Teatro Rivoli, Coliseu do Porto, o Teatro da Trindade, o São Luiz Teatro Municipal, o Teatro Nacional São João, o Teatro Nacional D. Maria II e o Teatro Nacional de São Carlos, em que canta acompanhado por orquestras como a Capela Real, o Ensemble Bach, os Solistas de Lisboa, a de Cascais e Oeiras, a Nacional do Porto, a Sinfónica Portuguesa, a Metropolitana de Lisboa, a Clássica do Sul, a Das Beiras, a Camerata de Lyon, a Camerata do Concertgebouw e a da Fundação Calouste Gulbenkian, no vasto repertório solístico de recital, Oratória e Ópera, de Bach a Berio.

Apaixonado pela pedagogia da técnica vocal para a voz cantada e falada, é frequentemente convidado para diretor vocal de espetáculos musicais, teatrais, musico-teatrais e televisivos.

O recital tem a duração prevista de 120 minutos (aproximadamente) e o preço único por casal de 25 euros, dirigindo-se a maiores de 16 anos (lotação limitada), sendo que os interessados devem fazer inscrição para os seguintes contatos: cinereservas@cm-loule.pt / 289414604.

Comentários

pub
pub