Exposição em Sagres mostra resultados de residência artística no Farol de São Vicente

Estarão em mostra criações de Camille Leon, Jorge Pereira, José Smith Vargas, Homem em Catarse e Carlos Norton

A «beleza patrimonial paisagística, natural, histórica e arquitetónica» do Cabo de São Vicente, em Sagres, serviu de inspiração à residência artística “Seascapes”, cujos resultados poderão ser vistos a partir de sexta-feira, dia 8 de Fevereiro, nesta localidade do concelho de Vila do Bispo.

A mostra será inaugurada na sexta-feira, dia 8 de Fevereiro, às 17h30, no Farol do Cabo de São Vicente, e irá mudar-se depois para o Centro Cultural de Vila do Bispo, onde estará aberta ao público de 11 a 28 de Fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 16h00.

A exposição junta obras de Camille Leon, Jorge Pereira, José Smith Vargas, Homem em Catarse e Carlos Norton, os criadores que participam na residência artística em curso.

«Perante um cenário incrível de uma beleza patrimonial paisagística, natural, histórica e arquitetónica, artistas de várias áreas ficam encerrados no interior das instalações do Farol para criar peças artísticas inspiradas no que os rodeia», explicam os dinamizadores da iniciativa.

O ponto de partida para a criação «é uma carta escrita por Jacinto Lucas Pires dirigida aos artistas em residência». Dela resultam «várias peças individuais e coletivas, nas áreas da ilustração, banda desenhada, cinema, música, fotografia, literatura e artes visuais», que «formam uma homenagem aos lugares inóspitos de fim de terra, guardiões da terra e do mar, da vida e trabalho das gentes do mar e dos faroleiros».

“Seascapes” é uma iniciativa da Fungo Azul, com o apoio do Município de Vila do Bispo, da Direção Regional de Cultura do Algarve e da Direção de Faróis/Autoridade Marítima Nacional.

 

Comentários

pub
pub