Doente oncológico é tema central do primeiro Teia d’Ideias do ano

Tema central será o papel do meio envolvente no tratamento e recuperação dos doentes oncológicos

“O suporte da comunidade ao doente oncológico – Que respostas, que lacunas?” é o tema do primeiro debate do ciclo de tertúlias Teia d’Ideias, marcado para dia 7 de Fevereiro, às 21h00, na Casa Manuel Teixeira Gomes, em Portimão.

O ciclo de tertúlias Teia d’Ideias está de volta para mais uma temporada de debates abertos à participação da sociedade civil, para, durante o ano, abordar temas que estão na ordem do dia e que a apelam a uma participação ativa dos cidadãos.

Para esta primeira sessão, o papel do meio envolvente no tratamento e recuperação dos doentes oncológicos, bem como no apoio às famílias, estará no centro desta mesa-redonda, que pretende debater as soluções que existem atualmente e o que ainda falta fazer na região neste âmbito.

Entre os participantes, estarão Vanda Serrano, da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Magda Cordeiro, do Centro Hospitalar do Algarve, Maria do Rosa´rio Lourenço e Marília Redondo, da Segurança Social, Jovana Bjelanovic, da Equipa Comunitária de Suporte em Cuidados Paliativos do Barlavento, Sónia Pacheco, do Laço Brilhante, Rafaela Mendes, do Projeto ONNCOVIDA, e ainda Luís Quintino, autor do livro “Geometria do Amor- Na luta contra o Cancro”.

Esta iniciativa é promovida pela Associação Teia D’Impulsos e conta com o apoio do Município de Portimão, que em breve lançará o projeto HOPE, especialmente dedicado ao “doente oncológico”, com vista à melhoria da qualidade das suas condições de vida, procurando promover a acessibilidade a diferentes terapias e atividades que resultem no seu bem-estar e na adoção de estilos de vida que potenciem a sua saúde e uma vivência tranquila no seu processo de doença.

Ao longo do ano, serão vários os temas que irão ser trazidos a debate, nomeadamente ligados à temática desportiva, sendo Portimão Cidade Europeia do Desporto.

Comentários

pub
pub