Projeto TASA Alentejo organiza evento participativo com a comunidade de Beja

Artesãos do Projeto TASA e do Centro UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial de Beja conduzem oficina

O Projeto TASA Alentejo organiza um evento participativo com a comunidade, a realizar no dia 15 de Dezembro, no Centro UNESCO em Beja, com o intuito de partilhar experiências e visões em torno do futuro das artes tradicionais do concelho.

O evento integra um momento de oficina criativa, desafiando a comunidade pacense a fazer decorações de Natal, utilizando fibras vegetais.

Esta oficina será conduzida numa colaboração entre artesãs do Projeto TASA (Iniciativa “Artesãos do Século XXI”) e o Mestre Pica, artesão do Centro UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial de Beja. A oficina decorre entre as 15h00 e as 17h00 e está limitada a 12 participantes.

O momento de tertúlia que acontece a seguir à oficina, a partir das 17h30, pretende proporcionar um momento público de partilha e debate sobre uma intervenção que tem por missão inovar as artes tradicionais do concelho.

O Projeto TASA Alentejo visa estender a este território a missão de inovar a atividade artesanal, afirmando-a como uma profissão de futuro.

Este projeto é realizado numa parceria entre a Proactivetur/Projecto TASA e a Simbiose – Associação para a promoção e valorização dos recursos naturais e tradicionais, e conta como o apoio da Câmara Municipal de Beja.

O concelho de Beja, tal como o resto do país, assiste à perda gradual das suas artes e ofícios ancestrais, pela idade avançada da maioria dos mestres-artesãos e extinção de algumas das atividades que caracterizam a cultura da região.

O Projeto TASA Alentejo acredita que a forma de manter os ofícios tradicionais ativos passa pela criação de soluções atuais ao nível dos objetos, pela capacitação de uma nova geração de artesãos que faça desta atividade uma profissão, e também por consciencializar o público para o valor cultural, ambiental e social da atividade.

Comentários

pub
pub