Lagoa adere a projeto para a conciliação da vida profissional, pessoal e familiar

Câmara de Lagoa é um dos 47 parceiros iniciais do projeto piloto “3 em Linha”

A Câmara de Lagoa foi um das 47 entidades a nível nacional a aderir ao projeto “3 em linha – para a conciliação da vida profissional, pessoal e família”. Esta plataforma foi oficialmente lançada no dia 5 de Dezembro, numa cerimónia que decorreu em Lisboa e contou com a presença do primeiro-ministro António Costa.

O programa «propõe uma mudança cultural e que convoca a sociedade a assumir um compromisso coletivo com medidas de impacto a curto, médio e longo prazo, para a promoção do equilíbrio entre a vida profissional, pessoal e familiar no setor público e privado».

«Assim, e porque Lagoa tem a conciliação entre as dimensões profissionais, pessoais e familiares na sua agenda, foi subscrito um Pacto de Conciliação que prevê a integração da Câmara Municipal de Lagoa nas 47 entidades nacionais aderentes ao projeto piloto de conciliação (entre 21 organismos da Administração Central e empresas públicas, 11 câmaras municipais e 15 empresas privadas)», anunciou a autarquia lagoense.

A Câmara de Lagoa conta implementar, «numa primeira fase, três medidas de conciliação, votadas de entre 16 como prioritárias pelos trabalhadores da autarquia, num processo participativo. Posteriormente, serão igualmente votadas um pacote de medidas relacionadas com o tempo de trabalho e o desenvolvimento de sistemas de apoio pessoais e familiares».

Ao ser uma das entidades que adere, desde a primeira hora, ao programa, a Câmara de Lagoa diz revelar o sue compromisso «no desenvolvimento de um programa interno rumo à efetiva igualdade entre mulheres e homens para uma cidadania plena e que permita a realização de escolhas livres em todas as esferas da vida».

O impacto deste programa será avaliado três anos após o seu lançamento.

Comentários

pub
pub