Ciclismo: Joni Brandão e Sporting/Tavira são os melhores do ano

Há duas equipas algarvias no top 3 deste ranking

Joni Brandão, no plano individual, e o Sporting/Tavira, em equipas, são os vencedores do ranking da Associação Portuguesa de Ciclistas Profissionais (APCP), que premeia a regularidade ao longo de toda a época nacional.

O chefe-de-fila do Sporting-Tavira, que já anunciou a mudança para a Efapel na próxima temporada, fechou o ano de 2018 com 1177 pontos. O segundo classificado, em grande medida devido ao desempenho na Volta a Portugal, foi o espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto), com 955 pontos. Seguiu-se Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), com 878.

Joni Brandão quebrou a hegemonia portista no ranking da APCP, sucedendo a Rafael Reis, vencedor em 2016, e a Amaro Antunes, primeiro classificado em 2017.

Entre os sub-23, a boa ponta final da época valeu a Francisco Campos (Miranda-Mortágua) a conquista do ranking dos mais jovens.

O ranking coletivo, apesar de refletir apenas resultados do calendário português, acabou por premiar a única equipa lusa com vitórias em três continentes: o Sporting-Tavira, que conseguiu triunfos em Portugal, em África e na Ásia.

O Sporting-Tavira fechou o ano com 2421 pontos, diante da W52-FC Porto, que se ficou pelos 2333, e do Aviludo-Louletano-Uli, com 2332 pontos.

 

Ranking APCP 2018

1.º – Joni Brandão (Sporting-Tavira), 1177 pontos
2.º – Raúl Alarcón (W52-FC Porto), 955
3.º – Domingos Gonçalves (Rádio Popular-Boavista), 878
4.º – Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano-Uli), 844
5.º – Edgar Pinto (Vito-Feirense-BlackJack), 811
6.º – Luís Mendonça (Aviludo-Louletano-Uli), 777
7.º – Daniel Mestre (Efapel), 600
8.º – João Benta (Rádio Popular-Boavista), 488
9.º – Frederico Figueiredo (Sporting-Tavira), 485
10.º – César Fonte (W52-FC Porto), 447

Ranking Equipas:

1.ª Sporting-Tavira, 2421
2.ª W52-FC Porto, 2333
3.ª Aviludo-Louletano-Uli, 2332
4.ª Rádio Popular-Boavista; 2037
5.ª Efapel, 1506

Comentários

pub
pub