Alcoutim contribui com 14500 euros para criação de Brigada de Sapadores Florestais

Verba será paga durante cinco anos

A Câmara de Alcoutim vai contribuir com um máximo de 14500 euros para a Brigada de Sapadores Florestais que será criada pela AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve.

Segundo explica a Câmara de Alcoutim, o valor será pago «durante um horizonte temporal de cinco anos, de 2018 a 2022, com vista à comparticipação das despesas de funcionamento de uma Brigada de Sapadores Florestais».

A autarquia alcouteneja lembra que «a AMAL decidiu avançar com a criação de uma brigada de sapadores florestais, que vai atuar em toda a região do Algarve».

Com esse objetivo, a associação de municípios apresentou uma candidatura para a constituição de uma Brigada de Sapadores Florestais, que englobou todos os municípios do Algarve.

A Brigada de Sapadores Florestais vai ter a base operacional instalada em São Marcos da Serra, no concelho de Silves. Os 15 sapadores que vão compor a brigada deverão ser agrupados em três equipas de cinco operacionais, «podendo uma delas ser alocada ao concelho de Monchique e outra ao concelho de Loulé».

O concurso para a admissão dos sapadores já está aberto.

Além da contratação de recursos humanos, a brigada será também equipada com o material necessário.

Comentários

pub
pub