Abril é mês de muita arte e literatura em Albufeira

Exposições de pintura e desenho e atividades que vão comemorar o Dia Mundial do Livro tornam Albufeira um poço de […]

“Olhar a individualidade”, de Maria Manuela dos Santos

Exposições de pintura e desenho e atividades que vão comemorar o Dia Mundial do Livro tornam Albufeira um poço de cultura, durante o mês de Abril.

De 6 a 28 de Abril, a Galeria de Arte Pintor Samora Barros acolhe a exposição de pintura “Ousadias II”, de Manuel Rodrigues Ribeiro.

Residente em Albufeira, o artista foi premiado em pintura e poesia, tendo publicado várias obras mistas (pintura e poesia).

Durante alguns anos, foi professor do ensino secundário, formador profissional e professor de desenho e pintura na UATI- Universidade do Algarve para a Terceira Idade.

A sua intuição artística apropriou-se da pintura e da escultura, nas formas e cores em vários estilos e técnicas. A exposição pode ser vista de segunda-feira a sábado, das 9h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30.

Até 19 de Maio, a Galeria Municipal João Bailote exibe, por sua vez, a mostra “Um Olhar sobre…”, de Sónia Balão. Licenciada em Ensino Básico Variante – Educação Visual e Tecnológica, a artista já realizou diversas exposições individuais e coletivas.

Sónia Balão trabalha com vários materiais, que vão desde a realização de retratos a lápis de cor, grafite, pastel seco e trabalhos artísticos ao nível da pintura, desenho e ilustração. A galeria está aberta ao público de terça-feira a sábado, das 9h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30. Encerra domingo, segunda-feira e feriados.

As telas de Maria Manuela dos Santos podem ser contempladas até ao dia 1 de Junho, na exposição “Olhar a Individualidade”, onde a artista dá relevo ao feminino num tributo à mulher. A mostra está patente de segunda-feira a sexta-feira, entre as 9h00 e as 17h00, no primeiro andar do edifício dos Paços do Concelho.

Já o Museu Municipal de Arqueologia de Albufeira realiza, até 6 de Maio, uma mostra itinerante intitulada “A Identidade do Algarve: Forais, Alvarás e Cartas Régias”, que divulga a história das atividades administrativas dos concelhos algarvios. O Museu está aberto das 9h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h30 às terças-feiras, sábados e domingos e das 9h30 às 17h30 às quartas-feiras, quintas-feiras e sextas-feira, encerrando à segunda-feira.

Em Albufeira, as comemorações do Dia Mundial do Livro oferecem ainda um vasto programa de iniciativas
em torno do livro, dos leitores, contadores e escritores.

A Biblioteca Municipal Lídia Jorge organiza diversas atividades para diferentes públicos, de modo a assinalar o Dia Mundial do Livro, celebrado a 23 de Abril. Já esta semana, no sábado, dia 7, há “Uma noite na Biblioteca”, o que sempre se traduz numa grande aventura para os mais novos. É gratuito e há vaga para 20 crianças. Todas as crianças deverão levar um acompanhante, que também irá dormir entre os livros.

A inscrição é obrigatória e deverá ser feita na biblioteca, através do 289 599 507 ou do e-mail biblioteca@cm- albufeira.pt.

Depois, no dia 19, quinta-feira, reúne-se o Clube de Leitores para análise e fruição do já clássico e sempre fascinante romance de Luís Sepúlveda: “O velho que lia romances de amor”. Quem desejar, pode ainda inscrever- se através do telefone 289 599 507 ou do email biblioteca@cm-albufeira.pt.

Para o dia seguinte, foi este ano foi convidada a mediadora de leitura Cristina Taquelim, que irá dinamizar estas comemorações do Livro a partir de várias acções, a pensar para diversos públicos.

Assim, a 20 de Abril, terá lugar uma oficina de mediação de leitura, entre 16h00 às 19h00, intitulada “Contar de livros na mão”. Partindo da manipulação de livros e textos, pretende-se falar sobre as questões associadas ao desenvolvimento leitor e como o mediador de leitura pode apoiar nesse processo.

Pretende-se pensar sobre o lugar da palavra da oralidade e da literatura neste processo. Esta formação destina-se a educadores, professores e mediadores culturais e está sujeita a inscrição, até 19 de Abril, para: mcolaco.1571@cm-albufeira.pt.

«Nesse dia, às 21h00, irá decorrer um momento imperdível: “Histórias que não lembram ao diabo!”, contadas por Cristina Taquelim, com a garantia de ser um momento verdadeiramente “assombroso”. No dia seguinte, sábado, às 15h00, há “Contos de Boca em Orelha” , destinados a pais e filhos», diz a Câmara de Albufeira.

Em Paderne, há o “Congressos dos Seres Imaginários”, uma iniciativa da Biblioteca-Museu do Jornal Avezinha, com o apoio do Município de Albufeira, dos dias 20 a 23. Trata-se de uma Feira do Livro em segunda mão, cujos preços são a partir dos 50 cêntimos, acompanhada de mesas temáticas com escritores naturais ou residentes em Albufeira.

No dia 20, às 18h00, sob a temática “Literatura e infância: monstros, fadas e pirilampos” irão falar Josefa Lima, Antonieta Rosendo e Nelson Moniz. Às 21h30 desse dia, o trema é “Na ficção, a verdade: o monstro sou eu”, com Luísa Monteiro, Paulo Moreira e Roberto Leandro”.

No dia seguinte, dia 21, a mesa das 18h00 tem por título “A ficção e a História: o fantástico na memória das populações” e conta com as participações de Ana Paula Azinheiro, Sérgio Brito e Arménio Aleluia Martins.

À noite, João Galante, Manuel Guerreiro e Luís Nunes Alberto debruçam-se sobre o tema “Poesia e outras expressões: quando as vozes falam ao mesmo tempo” . Haverá tempo ainda para eleger o ser imaginário mais notável e momentos de música e poesia. Na segunda serão distribuídos nas escolas de Paderne diversos poemas do falecido escritor Luís Monteiro Pereira, em forma de separador de livros.

Comentários

pub
pub