Estudantes da UAlg participaram em formação internacional sobre direitos das mulheres

Três estudantes da Universidade do Algarve (UALG) participaram numa ação de formação de formadores em educação não formal que a […]

Três estudantes da Universidade do Algarve (UALG) participaram numa ação de formação de formadores em educação não formal que a organização algarvia ECOS promoveu entre 3 e 10 de Outubro em Cabo Verde, em parceria com organizações deste e outros seis países de vários continentes.

A formação “Capacit-A! Promovendo a participação política das jovens mulheres através de novas abordagens pedagógicas” decorreu na cidade cabo-verdiana Assomada e juntou participantes de Portugal, Cabo Verde, Timor Leste, Perú, Moçambique, Reino Unido e França.

Esta iniciativa foi realizada no âmbito do projeto internacional “PatHERways: Creating new pathways for the political participation of young women” promovido pela cooperativa ECOS, que teve o seu primeiro evento internacional na cidade de Faro em Março.

«Durante 6 dias, o grupo de participantes teve a oportunidade de partilhar os desafios que as jovens mulheres enfrentam em cada um dos seus países, refletir sobre as condições necessárias a uma efetiva participação e empoderamento das jovens e desenvolver as suas competências como multiplicadores e facilitadores de processos de mudança em cada uma das suas comunidades», segundo a ECOS – Cooperativa de Educação Cooperação e Desenvolvimento.

Do Algarve, rumaram a Cabo Verde os estudantes de Educação Social Tiago Antunes e Cátia Nascimento e a estudante do mestrado de Ciências da Educação e Formação Maria Aparecida dos Santos, que estão a desenvolver o movimento HeForShe na Universidade do Algarve – Movimento pela Igualdade de Género no âmbito da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável lançado pela ONU Mulheres.

Este movimento vai ser oficialmente lançado no dia 24 de Outubro, no Campus da Penha da UAlg, em Faro.

Comentários

pub
pub