Presunto de Monchique mantém receita de anos anteriores e Feira também

A XX Feira do Presunto de Monchique não tem grandes novidades, mas também não precisa. O presunto mantém a qualidade de […]

A XX Feira do Presunto de Monchique não tem grandes novidades, mas também não precisa. O presunto mantém a qualidade de anos anteriores e não necessita de inovação para que, no próximo fim de semana de 22 e 23 de Julho, milhares de pessoas subam a serra para provar esta iguaria.

O certame, que ainda não tem casa nova, volta a realizar-no no Parque de São Sebastião, nas instalações da antiga serração, e volta a oferecer «os enchidos, o pão, a doçaria e o artesanato» da Serra de Monchique, como adiantou ao Sul Informação Luís Grade, vereador da Câmara de Monchique.

O autarca realça que, este ano, «há um cartaz musical forte com a Adriana Lua, que dá sempre muito bons espetáculos, e com o Diogo Piçarra, que toda a gente tão bem conhece e dispensa apresentações». Ambos os concertos estão marcados para as 22h00.

Ao nível de expositores, serão cerca de 40, mas apenas cinco deles vendem presunto, algo que a Câmara de Monchique quer alterar em edições futuras.

«Vamos ter quatro fábricas e uma cozinha tradicional, que produz menos quantidades, apenas para a venda nas feiras. Estas cozinhas tradicionais têm sido uma aposta da Câmara e estamos a tentar convencer mais produtores a aderirem a este tipo de solução, mas mostram algum receio», disse o vereador.

Enquanto os pais vão degustar o presunto, os doces ou assistir aos concertos, os mais pequenos vão ter também onde se entreter.

«Continuamos a apostar nos passeios de burros, que têm sido um grande sucesso entre as crianças. Além disso, vamos ter insufláveis para que os miúdos possam brincar», conclui Luís Grade.

Comentários

pub
pub