Mértola terá «Arqueologia para todos» até dia 28 de Julho

A partir de hoje, dia 20 de Junho, até 28 de Julho há «Arqueologia para todos», em Mértola. Ao longo […]

O castelo e a alcáçova

A partir de hoje, dia 20 de Junho, até 28 de Julho há «Arqueologia para todos», em Mértola. Ao longo de mais de um mês, os cidadãos são convidados a aderir a diversas iniciativas e «participar na descoberta científica do passado comum e da história da vila de Mértola, assim como colaborar na sua preservação».

Um dos pontos altos do programa são os campos de trabalho em arqueologia na Encosta do Castelo de Mértola, destinados a jovens dos 16 aos 30 anos, que decorrem entre 3 e 28 de Julho (dois turnos).

Até final do mês de Junho, a arqueologia sai à rua, numa iniciativa do Museu de Mértola, que irá expor peças do seu acervo em vários locais da vila.

No dia 23 de Junho, no cine-teatro Marques Duque, decorre a iniciativa arqueologia pública, na qual os profissionais desta área vão falar diretamente para a comunidade e dar a conhecer melhor o seu trabalho.

Os mais novos também terão iniciativas a si dedicadas. Nos dias 24 e 25 de Junho, a Alcáçova do Castelo acolhe a ação «Da escavação ao Museu», oficinas de ciência que decorrem entre as 10h00 e as 13h00.

Também no dia 25, vai ser inaugurado o «Mural da História», na rua Dr. Afonso Costa, uma criação do Núcleo D’Artes de Mértola (NASSA).

O programa «Arqueologia para todos» é organizado em conjunto pela Câmara de Mértola, pelo Campo Arqueológico de Mértola, pelo Centro de Estudos em Arqueologia, Artes e Ciências Patrimoniais e pela Universidade do Algarve, com o apoio da Secretaria de Estado para a Ciência, a Tecnologia e o Ensino Superior e a Direção Regional de Cultura do Alentejo.

Comentários

pub
pub