Famílias de Olhão convocadas para levantar manuais e material escolar oferecidos pela Câmara

Os manuais e o material escolar dos alunos das escolas de 1º ciclo de Olhão que a Câmara decidiu oferecer […]

2016-215-entrega-manuais-escolares-01Os manuais e o material escolar dos alunos das escolas de 1º ciclo de Olhão que a Câmara decidiu oferecer vão ser entregues entre os dias 5 e 12 de Setembro.

Esta medida da autarquia, que obrigará a um investimento de cerca de 150 mil euros, abrange todos os alunos das escolas públicas e visa dar um apoio às famílias num período que é sempre mais pesado, a nível financeiro: o regresso às aulas.

O kit oferecido pelo município pode ser levantado em dias específicos, nas diferentes sedes de agrupamento de escolas de Olhão, entre as 10h00 e as 19h00. No dia 5, serão entregues na Escola João Lúcio os kits destinados aos alunos de escolas desse agrupamento. Seguem-se a Escola EB 2,3 Dr. António João Eusébio (dia 6), a Escola EB 2,3 Dr. Alberto Iria (dia 7) a Escola EB 2,3 João da Rosa (dia 8), a Escola EB 2,3 Dr. José Carlos da Maia (dia 9) e a Escola EB 2,3 Prof. Paula Nogueira (dia 12).

Para receberem este material, os encarregados de educação deverão fazer-se acompanhar pelo seu documento de identificação e do aluno.

2016-215-entrega-manuais-escolares-03

Os alunos do 1º ano já têm direito aos manuais escolares, oferecidos pelo ministério da Educação, mas a autarquia adicionou ao kit os cadernos de atividades e o material escolar.

No caso dos alunos do 2º, 3º e 4º ano, o kit inclui os manuais, os cadernos de atividades e o material escolar, entre o qual se contam «blocos, dossiês, capas, cadernos, micas, papel de seda ou de lustro, borrachas, lápis, esferográficas, lápis de cor, canetas de feltro, régua, esquadro, tesoura ou compasso, entre outros», revelou a autarquia olhanense.

Segundo o presidente da Câmara de Olhão António Pina «a aposta na educação é uma prioridade» do executivo que lidera. Este investimento visa «promover a democratização do ensino, garantindo o direito a uma justa e efetiva igualdade de oportunidades ao acesso e sucesso escolares, principalmente nos níveis mais precoces de escolaridade, onde deve ser assegurado um ensino universal e tendencialmente gratuito, de acordo com a nossa Constituição».

Comentários

pub
pub