Cheiro e sabor das ervas aromáticas dão o mote à Feira da Serra de São Brás

O seu aroma e paladar alegra os pratos da gastronomia típica portuguesa deste tempos imemoriais e também são há muito […]

Conferencia Feira da Serra 2015_2O seu aroma e paladar alegra os pratos da gastronomia típica portuguesa deste tempos imemoriais e também são há muito utilizadas para curar maleitas.

As ervas aromáticas vão ser as estrelas de mais uma edição da Feira da Serra de São Brás de Alportel, que decorrerá a partir de quinta-feira até domingo, dias 23 a 26 de Julho, na Escola EB 2 3 Poeta Bernardo de Passos.

A Câmara de São Brás de Alportel volta a apostar forte neste evento, um dos que mais visitantes traz ao concelho, anualmente, e terá como convidadas especiais as ervas aromáticas, «um ingrediente sempre presente na Dieta Mediterrânica e que ainda é utilizado em muitas mezinhas caseiras da Serra», como ilustrou o presidente da Câmara Vítor Guerreiro.

A apresentação da edição deste ano do certame, a 24ª, decorreu na passada quinta-feira, em São Brás de Alportel. Foi aí que foi dado a conhecer o tema da festa, algumas novidades e, claro, o cartaz musical da Feira da Serra.

Em 2015, os artistas convidados são Diogo Piçarra, que irá atuar na sexta-feira, Rita Guerra, que subirá ao palco no sábado, depois de um desfile de moda das lojas do centro da vila, e Quim Barreiros, que animará o recinto no domingo.

No campo das novidades, destaque para o Sítio das Ervas, uma área expositiva onde se divulgará este produto da terra e as suas «potencialidades e inúmeras aplicações». Aqui, será possível conhecer o que os produtores serranos têm para oferecer, bem como «novidades gastronómicas» com ervas aromáticas.

Um dos projetos em destaque será o Bioco Tradition, «assente na profícua aliança entre tradição e inovação», mas haverá «muitas outras ideias empreendedoras que se dão a conhecer ao longo de três dias», segundo a Câmara de São Brás de Alportel».

Outra área em que a Feira da Serra se destaca é na gastronomia. Além dos produtos da Serra, que expositores de vários pontos do interior do Algarve vão vender nas suas bancas, há a área das tasquinhas, que contará, este ano, com sete espaços de restauração, mais um do que é habitual.

Vítor Guerreiro: «Continuamos a ter a zona com as seis tasquinhas e a esplanada, mas teremos também um sétimo restaurante, numa zona mais calma e com um conceito um pouco diferente dos demais»

«Continuamos a ter a zona com as seis tasquinhas e a esplanada, mas teremos também um sétimo restaurante, numa zona mais calma e com um conceito um pouco diferente dos demais», revelou Vítor Guerreiro, em conversa com o Sul Informação.

Também há novidades no Sítio dos Curiosos, «onde, à habitual e divertida animação para as crianças, se junta um novo espaço dedicado ao mar e aos oceanos, com o objetivo de alertar a consciência dos mais pequenos através de jogos lúdico-pedagógicos».

A oferta não fica por aqui, até porque «mostrar as potencialidades do interior do Algarve», um objetivo assumido pelo edil são-brasense, não é tarefa fácil. «Procuramos ter uma oferta variada, com a gastronomia, o artesanato e o espaço dedicado à arte equestre, uma diversidade que permita chegar a públicos com diferentes gostos. Queremos proporcionar momentos únicos, para que as pessoas tenham vontade de voltar», ilustrou.

Feira da Serra SB 2014Outro cuidado que a organização, a cargo da Câmara de São Brás de Alportel, tem é a garantia das condições logísticas, para que a experiência seja a melhor possível, dentro e fora do recinto. «Tentamos pensar em todos os pormenores, desde os acessos ao recinto, ao estacionamento, passando, ainda, por garantir a acessibilidade a pessoas de mobilidade reduzida», assegurou Vítor Guerreiro.

A edição de 2015 da Feira da Serra motivará um investimento de 125 mil euros, por parte da autarquia, verba que se traduz «num importante retorno a nível de promoção e divulgação dos produtos locais e regionais, dos artesãos, produtores e demais empreendedores, numa mostra que se inspira na identidade cultural da serra algarvia», segundo a Câmara de São Brás.

Entretanto, já se está a pensar na edição de 2015, em que o certame celebrará os 25 anos de existência. «Iremos aumentar o recinto em mais dois mil metros quadrados e teremos muitas novidades», anunciou Vítor Guerreiro.

Enquanto não chega 2016, Vítor Guerreiro lança o convite para que, a partir de quinta-feira, residentes e visitantes vão até São Brás de Alportel, para cheirar o «Perfume da Tradição».

Comentários

pub
pub