Há um Dragão para conhecer nas Ruínas Romanas de Milreu

Há um mês, num domingo de sol abrasador, quase 40 pessoas, entre miúdos e graúdos, inspiraram-se nas Ruínas Romanas de […]

Há um mês, num domingo de sol abrasador, quase 40 pessoas, entre miúdos e graúdos, inspiraram-se nas Ruínas Romanas de Milreu para produzir arte, land art, em forma de escultura, desenho, colagem ou mosaico, utilizando materiais recolhidos nas praias algarvias.

Toda esse trabalho do Dia Criativo em Milreu, produzido por pais, filhos, sobrinhos, netos, tios e avós, foi registado em fotografia e agora vai ser mostrado na exposição «O Dragão de Milreu».

A mostra de fotografia sobre o projeto de land art coletivo dinamizado pela associação Amarelarte, no âmbito do programa DiVam, abre no sábado, 19 de Junho, entre as 17h00 e as 19h00, na Casa Rural nas Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi (Faro).

Foi ainda produzido um livro-catálogo, memória escrita desta atividade, que estará disponível para consulta dos visitantes.

A expressão «Land Art» refere-se às criações artísticas que utilizam como suporte, tema ou meio de expressão, o espaço exterior – a natureza. Quase todas as manifestações de land art são momentâneas, ligando-se à paisagem na qual foram criadas.

As obras são absorvidas mais ou menos rapidamente pelo ambiente e determinam a necessidade de usar meios de registo e de documentação como o vídeo ou a fotografia. Muitos destes trabalhos são apenas conhecidos pelos documentos que os representam.

Como salienta Nicole Lissy, dirigente da Amarelarte, «as obras de arte na natureza já lá estão e estarão, até que a mesma tome posse delas».

Integrado no programa de Dinamização e Valorização dos Monumentos do Algarve – DiVaM 2015, que tem como principal objetivo aproximar as comunidades do seu património através da dinamização de actividades culturais nos monumentos afetos à Direção Regional de Cultura do Algarve, «O Dragão de Milreu» é uma atividade organizada em conjunto com a Associação Amarelarte e estará patente até 30 de Julho. Entrada livre.

Comentários

pub
pub