Ligação aérea entre Bragança e Portimão está em concurso público

Os interessados na concessão dos serviços aéreos da nova rota Bragança-Vila Real-Viseu-Cascais-Portimão devem apresentar as suas propostas até ao dia […]

rota aéreaOs interessados na concessão dos serviços aéreos da nova rota Bragança-Vila Real-Viseu-Cascais-Portimão devem apresentar as suas propostas até ao dia 27 de Maio, para que a rota possa começar a ser operada provavelmente no dia 1 de Julho.

Inicialmente foi anunciado que a ligação aérea começaria a operar um mês antes, a 1 de Junho, mas os prazos do concurso tornam isso impossível.

O anúncio do concurso público para a adjudicação, em regime de concessão, dos «Serviços Aéreos Regulares» da rota que ligará o interior norte ao sul do país por um período de três anos, já foi publicado pelo Governo em Diário da República.

O concurso prevê a despesa máxima de 7,8 milhões de euros por um período de 36 meses, segundo uma resolução do Conselho de Ministros de 18 de Dezembro de 2014.

Já em Janeiro deste ano, numa retificação a essa resolução do Conselho de Ministros, ficou determinado que o Estado apenas poderá pagar, em 2015, um máximo de 650 mil euros à transportadora aérea que vier a realizar a rota.

O montante para 2016 poderá ir até 2,6 milhões de euros (valor sem IVA), o mesmo valor indicado para 2017. Para 2018, o montante máximo consignado no diploma é de 1,95 milhões de euros. As quatro parcelas perfazem os 7,8 milhões de euros de despesa máxima prevista.

No Algarve, a base desta rota será o Aeródromo Municipal de Portimão.

Comentários

pub
pub