Manuel Cardoso (Banco BIC/Carmim) foi 3º na chegada a Castelo Branco

Manuel Cardoso, da equipa algarvia Banco BIC/Carmim/Tavira, foi o 3º, no final da 8ª Etapa da 76ª Volta a Portugal […]

vencedor_etapa2Manuel Cardoso, da equipa algarvia Banco BIC/Carmim/Tavira, foi o 3º, no final da 8ª Etapa da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros, disputada ao sprint. O ciclista, bem como Samuel Caldeira (OFM/Quinta da Lixa), que foi 2º, foram surpreendidos na reta final pelo russo Sergey Shilov (Lokosphinx), vencedor desta etapa, na chegada à Avenida Nuno Álvares, em Castelo Branco.

A equipa luso-angolana Banco BIC/Carmim/Tavira assumiu maioritariamente as despesas da corrida para que a chegada a Castelo Branco fosse discutida ao sprint, o que veio a acontecer.

Manuel Cardoso, sprinter da turma algarvia, cortou a linha da meta em 3ª posição, com o mesmo tempo do vencedor. “o objectivo era a vitória, trabalhámos bastante mas não conseguimos, os adversários foram mais fortes, e há que continuar a tentar”, referiu o atleta.

Na tabela geral, Amaro Antunes continua a ser o corredor melhor posicionado do Banco BIC/Carmim/Tavira, na 13ª posição, a 5 minutos e 32 segundos do camisola amarela, Gustavo Veloso (OFM/Quinta da Lixa).

Antunes considera que “amanhã [hoje]também é um dia importante para que se consiga entrar para os primeiros dez classificados”.

pelotaoDo Louletano/Dunas Douradas, o melhor ciclista foi o argentino Jorge Montenehgro, que terminou a etapa em 7º, com o mesmo tempo do vencedor. O também “louletano” Hernâni Broco foi 28º e já saiu do top10, estando em 12º.

Com a chegada em bloco a Castelo Branco, cronometrada para todos os elementos do pelotão com o mesmo tempo, Gustavo Veloso deu na cidade albicastrense mais um passo para vestir a Camisola Amarela definitiva na grande final, em Lisboa, este domingo.

Já depois de saudado e festejado com espumante mais um dia na liderança, o espanhol explicou porque decidiu estar na frente do pelotão a dois quilómetros da chegada. “Tentei ajudar o meu colega de equipa Samuel Caldeira a ganhar a etapa. Ele merecia pelo trabalho que tem desenvolvido na equipa. Queria devolver-lhe e agradecer um pouco tudo o que tem feito.”

Com a subida ao pódio, além de vestir de amarelo, Gustavo Veloso ganhou mais um Ciclas, a mascote Liberty Seguros da Volta a Portugal, entregue todos os dias ao líder da Volta.

Com seis Ciclas já ganhos, tantos quantos os dias que anda de amarelo, o espanhol da OFM/Quinta da Lixa entregou a mascote ao companheiro Samuel Caldeira cujo filho também se chama Gustavo.

 

visao1Abram alas para os sprinters
Depois da etapa da Torre (Seia), dia de sonho para uns e de pesadelo para outros, os 118 corredores sobreviventes da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros apresentaram-se esta sexta-feira no Sabugal para darem início à tirada mais longa deste ano.

Estavam pela frente 194 Km aplaudidos desde o início pelas gentes raianas. A expectativa era de uma chegada ao sprint, em Castelo Branco, e foi o que aconteceu depois das habituais fugas e contra ataques naquele que foi provavelmente o dia mais quente da Volta.

Sérgio Sousa (Efapel/Glassdrive) foi o último resistente antes do final em bloco merecendo o Prémio da Combatividade, mas a quatro quilómetros da meta foi “engolido” pelo pelotão. Com várias equipas a preparar os homens mais rápidos para a luta final no empedrado da Avenida Nuno Alvares assistiu-se a um final de etapa a alta velocidade onde se destacou o russo Sergey Shilov à frente de alguns dos melhores finalizadores portugueses.

 

9ª Etapa (CRI) – 9 agosto 2014
Oleiros – Sertã (28,9 Km)
Partida 1º corredor: 14h39
Partida último corredor: 16h45

 

Muita festa em Oleiros
Ainda antes da festa do ciclismo invadir, este sábado, a vila Oleiros, estreante na Volta, o ambiente já é de grande animação.

A 14ª Feira do Pinhal oferece nesta noite de sexta-feira, a partir da 1h00, um espetáculo multimédia com orquestra ao vivo, vídeo mapping e pirotecnia. A feira anual de Oleiros tem o ciclismo por companhia desta vez e este sábado, penúltimo dia de competição, da Volta 2014, vai assistir à partida de uma nova prova de esforço individual que terminará na Sertã.

As duas vilas do distrito de Castelo Branco vão estar ligadas pelo “relógio” que vai cronometrar o mais rápido a completar o percurso de 28,9 Km.

O primeiro corredor a fazer-se à estrada, o último da classificação geral, Alvaro Robredo (Burgos/BH) partirá às 14h39. Depois, de minuto a minuto, haverá novos corredores na estrada. Os dez melhores da classificação e últimos a partir, saem de dois em dois minutos.

O Camisola Amarela, Gustavo Veloso (OFM/Quinta da Lixa) será o último a partir às 16h45.

 

Carro de apoio mais caro do mundo no CRI
Entre os vários carros que vão acompanhar, este sábado, os corredores da equipa OFM/Quinta da Lixa, no contrarrelógio Oleiros-Sertã, vai estar uma máquina muito especial.

Trata-se de um Lamborghini que tem adaptado um kit desenvolvido propositadamente para transportar uma bicicleta.

Com esta novidade na estrada a acompanhar a equipa do Sobrado, a 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros pode dizer que tem o carro de apoio mais caro do mundo.

Comentários

pub
pub