Imergencies e Tom-Tom ajudam bombeiros algarvios a ser mais eficientes

As empresas Imergencies e Tom-Tom juntaram-se para oferecer aos bombeiros algarvios ferramentas muito úteis para chegar mais rápido e com […]

As empresas Imergencies e Tom-Tom juntaram-se para oferecer aos bombeiros algarvios ferramentas muito úteis para chegar mais rápido e com maior segurança àqueles que precisam de assistência.

Aparelhos GPS, acesso a uma base de dados que inclui a georeferenciação de habitações isoladas e um serviço de tradução em seis línguas foram alguns dos serviços acordados entre as empresas e sete corporações algarvias, numa cerimónia que teve lugar ontem, quinta-feira, em Faro.

Os bombeiros de Faro, Tavira, Olhão, Vila Real de Santo António, Alcoutim, Albufeira e São Bartolomeu de Messines receberam ontem de representantes das duas empresas um aparelho de GPS, para instalar numa das suas ambulâncias.

Uma parceria que «não tem qualquer cariz comercial», segundo o sócio da Imergencies Jorge Pereira e que inclui acesso a todos os dados que a empresa detém dos seus clientes, também a título gracioso.

A atribuição de mais aparelhos de GPS e do acesso às bases de dados e informação da Imergencies está neste momento a ser falada com mais corporações de bombeiros. Uma ideia que é bem acolhida pelo presidente da Associação de Bombeiros do Algarve Teodósio Carrilho, que espera ver no futuro «uma maior abrangência» destas parcerias.

À margem da sessão, Teodósio Carrilho disse que a doação da tecnologia e disponibilização de dados está neste momento a ser negociada e não vê nenhuma razão para que não seja protocolizada com todas as corporações algarvias a médio prazo. «Os bombeiros são uma entidade futurista, que já existe há 600 anos neste país. Como tal, para os instrumentos que nos deem garante de prestar um melhor serviço, nós estamos na primeira linha», assegurou.

A ideia de oferecer estes aparelhos de GPS e o serviço associado partiu da Imergencies, empresa que junta sócios de três nacionalidades, entre eles um português, e se dedica a prestar serviços de assistência e apoio em caso de emergência a clientes espalhados por toda a região algarvia. Além dos bombeiros, também têm acesso gratuito à base de dados da Imergencies as demais forças públicas de segurança e socorro.

Como os aparelhos de GPS são um elemento central nos protocolos assinados, havia que encontrar um parceiro que fornecesse esta tecnologia. «Como um dos sócios é holandês e a Tom-Tom também, foi o parceiro natural. Foi tudo muito fácil», revelou Jorge Pereira, à margem da cerimónia de entrega dos aparelhos GPS.

Da parte da empresa holandesa, houve logo interesse em participar neste projeto. «Umas das nossas principais preocupações é a segurança e assim que fomos contactados pela Imergencies aderimos logo à ideia», contou a Country Sales Manager da Tom-Tom Portugal. Os aparelhos doados às corporações algarvios têm um preço de mercado «de cerca de 150 euros», revelou ainda Sofia Veríssimo.

Com estes aparelhos e a informação cedida pela Imergencies, as corporações beneficiadas contam com diversas informações prévias, na hora de assistir clientes da empresa. Entre os dados ao dispor está uma ficha clínica detalhada e informação sobre a existência, por exemplo, de um cão perigoso na propriedade. «Os bombeiros por vezes chegam a um sítio e deparam-se, por exemplo, com um rotweiller. Isso obriga a chamar outras autoridades, com a perda de tempo associada», ilustrou Jorge Pereira.

Comentários

pub
pub