Faro 1540 promove debate sobre reabilitação e arrendamento urbano

A associação Faro 1540 vai promover no dia 23 de junho, sábado, às 20 horas, mais um jantar conferência, cujo […]

A associação Faro 1540 vai promover no dia 23 de junho, sábado, às 20 horas, mais um jantar conferência, cujo orador será o deputado do PSD Cristóvão Norte, que apresentará uma comunicação subordinada ao tema «Reabilitação e Arrendamento Urbano».

As inscrições, que serão aceites por ordem de chegada e limitadas à capacidade da sala, devem ser feitas para o e-mail da associação: geral@faro1540.org .

A associação salienta que «as cidades sempre foram centros de fluxos de pessoas, de capital e de informação. Hoje, mais do que nunca, a pressão intensifica-se ao termos mais de 50% da população mundial a residir nas malhas urbanas prevendo-se, de acordo com as Nações Unidas, que atinja 75% em 2050».

Esta realidade representa «um desafio para a gestão das atuais cidades, bem como o planeamento dos novos aglomerados que estão a surgir nas suas periferias, tornando-se imperativo desenvolver políticas rigorosas em matéria de ordenamento, regeneração e otimização da malha urbana».

Contudo, «nas cidades estamos longe de viver em harmonia com os ecossistemas naturais. Para contrariar esta realidade, é fundamental desenvolver ferramentas de forma a caminharmos para uma sociedade que valorize efectivamente a regeneração urbana, a história e a identidade de uma terra e onde se estimulem simbioses com o ambiente», acrescenta a Faro 1540.

Neste sentido, a Requalificação e a Reabilitação Urbana tem surgido nos últimos anos como uma ferramenta fundamental para promover uma efetiva sustentabilidade urbana e devolver a determinadas áreas das cidades a vida e a dinâmica de outros tempos.

De facto, «o efeito Donut, ou se preferirmos o esvaziamento e a consequente degradação dos centros urbanos, está neste momento a tornar-se uma realidade em diversas cidades».

Como consequência, «vê-se o comércio tradicional das cidades a definhar, as ruas com falta de vida e alegria, as habitações a degradarem-se, o sentimento de insegurança a aumentar implicando ainda o desaparecimento gradual da identidade das cidades, cenários estes que urgem serem alterados».

São estas questões que estarão em discussão, em mais uma iniciativa da associação Faro 1540.

Comentários

pub