pub
Imprimir

ARS do Algarve abre bolsa de recrutamento para completar quadros do Centro de Reabilitação do Sul

O concurso que permitirá completar e, eventualmente, reforçar o quadro de pessoal do Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul (CMR Sul) já foi lançado. A Administração Regional de Saúde do Algarve, em parceria com o Centro Hospitalar do Algarve, abriu uma bolsa de recrutamento de profissionais de saúde de 10 áreas distintas, nomeadamente médicos, enfermeiros, terapeutas e assistentes operacionais, entre outros.

Segundo anunciou a ARS do Algarve esta terça-feira, dia 13 de Junho, está em causa a celebração de contratos individuais de trabalho a termo incerto, num regime de trabalho de 40 horas no CMR Sul, em São Brás de Alportel. «O horário de trabalho é organizado em função da carreira profissional e a remuneração em função da tabela remuneratória aplicável», segundo a entidade responsável pela gestão do SNS no Algarve. Os candidatos serão selecionados após avaliação curricular e entrevista.

No âmbito do concurso abriram vagas para médico fisiatra, médico internista, enfermeiro, fisioterapeuta, terapeuta da fala, terapeuta ocupacional, dietista-nutricionista, psicólogo, assistente operacional e assistente social.

Segundo apurou o Sul Informação junto da ARS do Algarve, este é o o primeiro passo para completar os quadros do Centro de Reabilitação, que têm vindo a emagrecer desde que esta unidade de saúde voltou a ter gestão pública. A parceria com o CHA, uma Entidade Pública Empresarial (EPE), visa acelerar o processo, já que esta entidade não tem as mesmas restrições à contratação de um Instituto Público, como é a Administração Regional de saúde.

Para já, não há um número definido de funcionários a contratar, mas serão, pelo menos, os 24 enfermeiros que o ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes prometeu «colocar de imediato» no CMR Sul, numa reunião que manteve com autarcas de São Brás de Alportel e trabalhadores deste centro, na passada semana.

O presidente da ARS do Algarve Paulo Morgado revelou ao Sul Informação que os enfermeiros «são a necessidade mais premente», mas isso não significa que sejam a única carência do CMR Sul. Daí que esta bolsa de recrutamento toque tantas áreas profissionais.

«Vamos começar a selecionar entre os candidatos, que serão depois contratados e submetidos a formação específica, tendo em conta que este é um serviço certificado», revelou. Esta especialização é mais relevante quando falamos de enfermeiros, que «assim que terminarem a formação, serão integrados nos serviços». Paulo Morgado não se compromete com datas, mas garante que tudo acontecerá «com a maior celeridade possível» e antes do final do Verão.

Esta acaba por ser uma solução de transição, embora, segundo garantiu o membro do Governo, permita ao centro «retomar o internamento, com a totalidade das camas». A partir do momento em que seja formalizada a criação do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA), o CMR Sul vai integrar esta nova estrutura e tornar-se uma EPE, o que lhe dará capacidade administrativa para contratar diretamente os profissionais de saúde de que necessitar. A bolsa de recrutamento agora aberta é a base para as contratações que serão feitas de imediato e para um «eventual reforço dos serviços», numa fase posterior.

Ao mesmo tempo que trabalha para suprir a carência de enfermeiros nesta unidade hospitalar, a ARS do Algarve acautela a contratação de outros profissionais de saúde, de modo a «ir reabrindo, progressivamente, camas de internamento». Para isso, serão necessários médicos. O Algarve, é sabido, tem tido problemas em atrair clínicos, mas, segundo Paulo Morgado, «um médico fisiatra já nos manifestou o interesse em vir para cá».

Com a bolsa de recrutamento que foi criada, e dependendo das candidaturas que forem apresentadas, poderão ser supridas necessidades de outra ordem do Centro de Reabilitação. Mais tarde, e após uma avaliação, poderá ser aberto novo procedimento concursal.

Os interessados em concorrer têm três dias úteis (a partir de ontem, dia 13 de Junho) para enviar as suas candidaturas, por correio, para o Centro de Medicina Física e Reabilitação do Sul, ARS Algarve I.P., Sítio das Almargens, 8150-022 São Brás de Alportel. Além da indicação da posição a que se propõem, os candidatos têm obrigatoriamente de enviar o seu Curriculum Vitae (Europass atualizado), cópia da cédula profissional (quando aplicável) e cópia das habilitações literárias/académicas.

Mais informação sobre a bolsa de recrutamento e o procedimento de candidatura podem ser obtidas junto da Unidade de Gestão de Recursos Humanos da ARS Algarve, através do telefone 289 889 900.

Comentários

pub
pub

Em foco

pub
Logo Lugar ao Sul
pub
pub