pub
Imprimir

Há muitas razões para não perder a Algarve Nature Week (também para residentes)

A Algarve Nature Week (ANW) começa já amanhã, dia 5 de Maio, e há muitas e variadas razões para não a perder. E não se pense que este é um evento a pensar apenas nos que visitam a região. Os algarvios também têm uma oportunidade de conhecer melhor a sua região e viver experiências que, apesar da proximidade, muitas vezes lhes passam ao lado.

Desta vez, o evento organizado pela Região de Turismo do Algarve assenta arraial nas renovadas Quatro Águas, de Tavira, mantendo o seu caráter itinerante (antes, passou por Faro e Quarteira). Será nesta zona onde o Rio Gilão encontra a Ria Formosa, muito concorrida no Verão por ali se encontrar o cais de embarque para a Ilha de Tavira, que decorrerá a Mostra de Natureza, a face mais visível da ANW, e onde 26 empresas e outros expositores institucionais vão proporcionar, até domingo, mais de 80 atividades.

Caminhadas, observação de aves e de cetáceos, passeios de bicicleta, de barco e a cavalo, surf, stand up paddle e mergulho são algumas das atividades que os visitantes poderão experimentar gratuitamente no dia 5 ou a preços especiais nos dois dias seguintes, 6 e 7 de Maio. Os “saldos” continuam até dia 14 de Maio, nas ofertas disponibilizadas por diferentes empresas no site da Algarve Nature Week. O programa da mostra pode ser consultado aqui.

Mais do que experimentar esta ou aquela atividade durante a Mostra de Natureza, a ANW permite aos amantes da natureza, mas também do património e da aventura, garantir, a preços de feira, experiências, escapadelas ou mesmo férias.

Numa região como o Algarve, em que o clima e as belezas naturais convidam a sair de casa, um dos destaques vai, naturalmente, para as caminhadas e passeios a pé, de bicicleta, de barco ou até mesmo de burro.

Aqui, dada a profusão da oferta, há que separar algumas águas. E literalmente, pois há as atividades em terra e as propostas no mar. Só caminhadas, há perto de 30 sugestões distintas, oferecidas por 15 parceiros da Algarve Nature Week, que cobrem praticamente todo o território algarvio. A estas se juntam as propostas para se fazer à estrada montado numa bicicleta ou a cavalo, que por vezes pode ser num burro, como é o caso das saídas que exploram os trilhos da Costa Vicentina.

Rumando ao litoral, chegamos ao mar, o que, em alguns casos, é o início de mais uma experiência. Aos passeios de barco para observação de cetáceos e à descoberta de alguns dos locais paradisíacos existentes na região, apenas acessíveis a bordo de uma embarcação, juntam-se o mergulho, que permite um conhecimento mais “profundo” do que existe ao largo do Algarve, e atividades ligadas aos desportos náuticos, como a canoagem, a vela e outros.

E, como é de natureza que estamos a falar, não poderiam deixar de haver ofertas na área do birdwatching, um produto turístico muito procurado no período da época baixa e para o qual o Algarve tem especial aptidão, por ser uma região que acolhe ou por onde passam espécies de aves de grande interesse. Também aqui há uma grande oferta, que, como as demais, pode ser explorada no site da Algarve Nature Week.

Quem preferir experiências mais radicais pode optar por pegar num veículo todo-o-terreno e acelerar por locais de difícil acesso, surfar as ondas das praias da região ou ver o Algarve de cima, em atividades de balonismo, parapente e asa delta.

No meio disto tudo, há outras atrações, que são transversais à maioria das propostas das empresas parceiras: a gastronomia e o património. Muitas das experiências incluem um contacto direto com as iguarias da região, reconhecidas internacionalmente, mas também com o seu património histórico e cultural, outra riqueza que desperta, cada vez mais, o interesse de residentes e visitantes.

A montra para toda esta natureza será o espaço das Quatro Águas de Tavira, que encerra, só por si, muitos dos valores que estarão em destaque na Algarve Nature Week. Como ilustrou, em declarações ao Sul Informação, o vice-presidente da RTA João Fernandes, esta entidade tem procurado, ano após ano, escolher locais diferentes para realizar a Mostra de Natureza, que têm o denominador comum de serem espaços que foram alvo de intervenções de recuperação «para facilitar o contacto das pessoas com a natureza».

As Quatro Águas são, na sua visão, um espaço que junta tudo o que é necessário para acolher a mostra, desde logo o contacto direto com os valores naturais, mas também «as boas acessibilidades, que também pensam nas pessoas com mobilidade reduzida». «Qualquer pessoa pode deslocar-se facilmente do centro de Tavira até lá, recorrendo à mobilidade suave», ilustrou.

Depois de lá chegar, os visitantes terão muito que ver e fazer. «A mostra não se esgota na oferta de experiências turísticas. Estarão presentes produtores locais, mas também de toda a região, de artesanato e produtos gastronómicos. Como é habitual, também há a componente institucional, em que entidades públicas e privadas mostram o trabalho que fazem na área do turismo de natureza», segundo João Fernandes.

A Mostra de Natureza também convida os visitantes a mexer, já que serão promovidos momentos de patinagem artística, zumba, capoeira, cross training, high intensity interval training e ginástica acrobática, num espaço dinamizado pela Câmara de Tavira, em conjunto com as associações desportivas locais. A Algarve Nature Week também se irá associar à prova do Campeonato de Vela do Algarve que irá decorrer nas Quatro Águas e ao «II Duatlo Cross Cidade de Tavira».

Estando já estabelecido que este é um evento que não vira as costas à região nem aos residentes – na Mostra da Natureza são esperadas centenas de alunos de escolas da região, só para dar um exemplo -, há que realçar que este é, igualmente, um momento de viragem para o exterior e promoção da região além fronteiras, regionais e nacionais.

A RTA volta a trazer à região operadores e jornalistas para dar a conhecer esta oferta. «Teremos Fam Trips, dirigidas a operadores especialistas nesta área, das quais resultarão encontros business to business [empresa com empresa] para compra e venda de experiências. Também vamos trazer jornalistas nacionais e do estrangeiro, para reforçar a notoriedade do destino numa vertente diferente daquela por que é normalmente conhecida [o Sol e Mar]», explicou o vice-presidente da RTA.

Todas as atividades propostas na Algarve Nature Week vão «ao encontro dos nossos principais mercados emissores, mas com uma oferta diferente». Para perceber aquilo de diferente que, afinal, o Algarve tem para oferecer, nada como rumar a Tavira entre 5 e 7 de Maio ou explorar o site da Algarve Nature Week, em busca da experiência que mais nos encha as medidas.

Comentários

pub
pub

Em foco

pub
pub