pub
Imprimir

Vela Solidária já atinge Portimão, Lagos, Lisboa e Porto/Vila Nova de Gaia

Vela Solidária equipa feminina (Custom)

O projeto Vela Solidária, promovido pelo velejador algarvio Luís Brito, através da associação Teia d’Impulsos, vai este ano consolidar as atividades com jovens deficientes ou desfavorecidos que começaram em Portimão, mas já se expandiram para Lagos, Lisboa e Porto/Vila Nova de Gaia.

Luís Brito anunciou, em declarações ao Sul Informação, que «2016 será um ano cheio de atividades para a Vela Solidária, com a consolidação das atividades em Lisboa e no Porto/Vila Nova de Gaia. Nestes dois polos, pretendemos manter os beneficiários e instituições com as quais temos vindo a trabalhar e ainda convidar algumas instituições para iniciarem os seus utentes e beneficiários na Vela Solidária e assim aumentar o potencial das suas competências pessoais e sociais».

Em Lagos, o objetivo é «aumentar o número de pessoas com deficiência a beneficiarem das nossas atividades, nomeadamente através da NECI, e voltarmos a ter utentes do CASLAS na Vela Solidária».

Mas haverá ainda mais nesta cidade, já que o projeto prevê «reforçar a parceria com o Clube de Vela de Lagos, que, desde o ano passado, tem acolhido nas suas atividades regulares algumas crianças que lhes chegam através da Vela Solidária».

 

Equipa Vela Adaptada 2016 (Custom)

Equipa de Vela Adaptada para 2016

 

Em Portimão, onde o projeto começou, vão manter-se as iniciativas com o Lar Bom Samaritano e com a Casa da Nossa Senhora da Conceição, «desenvolvendo atividades com grupos específicos de crianças, no sentido de facultarmos o desenvolvimento das suas competências, de forma a que estas transformações sejam visíveis dentro das próprias instituições», explicou Luís Brito.

Entre Portimão e Lagos, «manteremos a equipa de vela feminina, constituída apenas por raparigas que nos chegam através de instituições e com as quais já trabalhamos há dois anos.

Ao longo de 2016, o programa da Vela Solidária prevê que essa equipa de vela feminina participe «em duas regatas ao longo da costa algarvia, e ainda na Mateus Rosé Sailing Cup, organizada pela BBDouro, parceira da Vela Solidária, e na Quebramar Sailing Week, promovida pelo Clube Naval de Cascais».

Também os velejadores da Escola de Vela Adaptada, que se encontra sedeada na Marina de Portimão, irão participar nas duas provas nacionais, que terão lugar em Albufeira, nos dias 2 e 3 de Abril, e em Lisboa, a 14 e 15 de Maio.

Mas a grande aposta, salienta ainda Luís Brito, será «o Campeonato Nacional, onde estaremos representados e com a responsabilidade de defendermos o título nacional», que será disputado nas águas de Viana do Castelo, nos dias 24, 25 e 26 de Junho.

 

Vela Solidária (Custom)

Velejadoras da equipa feminina da Vela Solidária

 

A Vela Solidária é um original projeto de cariz social da Associação Teia D’Impulsos, que utiliza a prática da vela como ferramenta facilitadora para elevar os níveis de socialização, tolerância, auto estima e comunicação dos seus beneficiários, contribuindo para a construção de objetivos de vida mais realistas e concretos, sobretudo no caso dos jovens.

É ainda uma excelente ferramenta na valorização da qualidade de vida de pessoas portadoras de deficiência, além de elevar a mobilidade e autonomia, bem como desempenhar um papel de relevância na estimulação cognitiva.

Comentários

pub
pub

Em foco

pub
Logo Lugar ao Sul
pub
pub