Silves dá formação sobre competências parentais para filhos com perturbações afetivas

A formação irá decorrer em e-learning

Uma formação sobre “Promoção de Competências Parentais para Filhos com Perturbações Afetivo-comportamentais”, da Câmara de Silves, em parceria com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), realiza-se nos meses de Fevereiro e Março. 

A formação irá decorrer em e-learning e será dinamizada por Marta Vidal Paula, formadora do Projeto Educarte.

Destinada a profissionais com formação superior (ou finalistas) nas áreas da Educação, Serviço Social, Psicologia ou Saúde, a iniciativa tem como objetivo desenvolver metodologias de intervenção com pais de crianças com problemas afetivo-comportamentais, de forma a promover a sua adaptação e desenvolver estratégias de facilitação do processo de crescimento e ajustamento da criança.

Pretende-se que os formandos possam ser capazes de identificar as etapas do processo de adaptação dos pais ao diagnóstico de perturbação dos filhos, descrever a dinâmica da criação, manutenção e modificação da auto e hetero-imagem da criança, definir medidas de promoção da responsividade e da exigência parental e valorizar o papel dos pais enquanto modelos dos filhos, investindo na sua edificação.

Os interessados em participar deverão fazer a sua inscrição (ou solicitar mais informações) junto do setor de Psicologia da autarquia (psicologia@cm-silves.pt ).

A participação terá um custo de 60 euros (pagamento efetuado diretamente à entidade formadora, através do IBAN – PT50 0007 0020 0021 3570 0033 4, em nome de Marta Vidal Paula).

Os documentos a entregar no ato de inscrição são os seguintes: Ficha de inscrição, cópia do cartão de cidadão, cópia do certificado de habilitações ou cartão de estudante (se for o caso) e comprovativo de pagamento.

A formação terá no mínimo seis formandos e no máximo 25, a mesma confere um Certificado com equivalência ao nível VII da Pós-Graduação em Intervenção Familiar e Promoção de Competências Parentais ou um Certificado de Frequência se não for realizada a avaliação.

Quanto às sessões: cinco serão assíncronas: através do moodle da Educarte (os acessos serão fornecidos uma semana antes da primeira sessão síncrona).

Outras cinco serão síncronas (videoconferências para esclarecimento de dúvidas e estudos de caso, via Zoom, com duração de uma hora).

As sessões síncronas (videoconferências) serão aos sábados (20 e 27 de Fevereiro e 6, 13 e 20 de Março de 2021), das 10h00 às 11h00.

O acesso à 1ª sessão assíncrona (aulas no moodle) será uma semana antes da primeira sessão síncrona: 13 de Fevereiro.

O telefone 282 440 800 e o endereço de correio eletrónico psicologia@cm-silves.pt são os contactos da Câmara de Silves disponíveis para o fornecimento de informações adicionais sobre a atividade.

 



Comentários

pub